16 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalAlcocheteExecutivo de Alcochete aprova 320 mil euros para apoiar Misericórdia e Bombeiros...

Executivo de Alcochete aprova 320 mil euros para apoiar Misericórdia e Bombeiros Voluntários

As verbas foram definidas para obras, no caso da Santa Casa, e para encargos e aquisição de equipamentos para os bombeiros

- PUB -

 

A Câmara Municipal de Alcochete aprovou um envelope financeiro no total de 320 mil euros para duas instituições do concelho, Misericórdia e Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários. No caso da Santa Casa a verba é de 150 mil euros, e dos bombeiros de 170 mil euros. Os dinheiros foram aprovados na reunião de Câmara de 11 de Maio.

No caso da Misericórdia de Alcochete, a verba aprovada, por unanimidade do executivo, pretende fazer frente a um conjunto de obras como a substituição de toda a canalização, incluindo os depósitos para água quente, caldeiras, tubagem e outros equipamentos acessórios. É ainda considerada reformulação da rede eléctrica, detecção de incêndios e sistema de segurança de pessoas e bens, impermeabilizações sectoriais inadiáveis, e modernização do sistema informático para reestruturação dos serviços de secretaria.

- PUB -

Depois de salientar o “apoio incondicional” da autarquia às quatro instituições particulares de solidariedade social do concelho, CERCIMA, o CENSA, a Fundação João Gonçalves Júnior e Santa Casa de Alcochete, o presidente do município, Fernando Pinto, salientou o caso da Misericórdia que apresentou “um conjunto de problemas sérios” no edifício principal. “Estamos a falar de problemas estruturantes que afectam fundamentalmente os idosos e sobretudo os cerca de 90 trabalhadores desta instituição”.

“A Misericórdia tem feito um esforço apreciável na resposta a necessidades a população, constituindo uma instituição incontornável do concelho de Alcochete no âmbito da sua actividade e no auxílio que presta aos munícipes”, vincou o autarca.

No caso dos Bombeiros Voluntários de Alcochete, o apoio financeiro destina-se ao pagamento de encargos correntes, aquisição de equipamentos e apoio à missão de protecção civil, com o propósito de “responder às necessidades da população local e à dinamização da instituição, tendo como principal objectivo o desenvolvimento social do município de Alcochete na vertente do socorro”, identifica a autarquia em nota de Imprensa.

- PUB -

Trata-se assim de uma medida que “dá continuidade aos pressupostos estratégicos do actual executivo que definiu como um dos pilares fundamentais a melhoria do sistema de protecção civil local, com a finalidade de prosseguir de forma coerente e sustentada a política de desenvolvimento social entre as várias instituições do concelho”.

Para o presidente da Câmara, Fernando Pinto, trata-se “de investir na corporação de bombeiros do concelho e, sobretudo, investir na assistência e socorro a cada membro da nossa população”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -