29 Novembro 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalAlmadaAlmada: Utentes manifestam-se frente à TST e exigem cumprimento de carreiras e...

Almada: Utentes manifestam-se frente à TST e exigem cumprimento de carreiras e horários

As comissões de utentes dizem que perguntaram sobre a falta de qualidade do serviço rodoviário, mas a TST não lhes responde

- PUB -

Cerca de 70 utentes dos transportes públicos rodoviários, e também alguns autarcas, manifestaram-se na tarde da passada terça-feira junto às instalações da Transportes Sul do Tejo (TST), no Laranjeiro. Um protesto convocado pelas Comissões de Utentes da Península de Setúbal, que chegou a ser marcado para a porta da empresa, mas acabou por se realizar junto à Estrada Nacional 10, para “ter mais visibilidade”, explicava um dos manifestantes.

Com automóveis a passar e buzinar em sinal de apoio à manifestação, Fátima Santos, elemento da Comissão de Utentes de Transportes da Margem Sul, vincou que os transportes “estavam mal, e ficaram ainda pior”, e mostra-se indignada por a administração da TST “não dar resposta às questões que as comissões de utentes têm colocado”. E acrescenta: “A TST tem agora a capa da Carris Metropolitana, mas quem não cumpre é a própria TST”.

Referindo-se a vários problemas, entre novas carreiras que “não servem os utentes”, outras que “foram retiradas ou têm percursos alterados” e “horários que não são cumpridos”, Fátima Santos diz ainda que entre as zonas do concelho mais afectadas está a Costa da Caparica”.

- PUB -

Com palavras de ordem como exigir “real informação dos horários e carreiras”, “Pela contratação de mais motoristas com salários dignos”, “Direito ao transporte para os trabalhadores, seus familiares e reformados”, e ainda “Condições dignas de trabalho”, uma das vozes que se ouviu no protesto foi a de Maria Filipe, da Comissão de Utentes do Barreiro. “O nosso foco é que a TST e a Alsa Todi cumpram o que contratualizaram”.

TST que serve os concelhos de Almada, Seixal e Sesimbra, sendo que nestes dois últimos municípios não se tem ouvido falar de problemas de maior. Bem mais complicado tem sido o serviço da Alsa Todi em Setúbal, Palmela, Montijo, Moita e Alcochete que já motivou manifestações e protesto nestes concelhos.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Corpo do chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal encontrado na Praia da Torre em Grândola

Identificação do corpo terá sido feita por familiares na morgue, onde será realizada a autópsia, não havendo, até ao momento, indícios de crime 

Cadáver de homem encontrado esta manhã na praia da Torre em Grândola

Corpo deu à costa no Carvalhal, havendo suspeitas de tratar-se de Manuel Arrábida, chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal desaparecido há sete dias

Acidente na A2 junto a Palmela faz um morto e dois feridos ligeiros

Colisão entre dois veículos ligeiros ocorreu ao quilómetro 24.9 da Autoestrada 2. Vítima mortal tinha 42 anos
- PUB -