11 Agosto 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioOpiniãoO deus cifrão ($)

O deus cifrão ($)

Descansem os meus leitores que não vou fazer uma homília sobre esse problema sem solução racional que é o problema da criação. Não! Vou apenas tecer algumas considerações  sobre alguns problemas atuais que me fizeram doer a “alma”. Como, por exemplo, as declarações alarmantes de alguém com responsabilidades no candente problema dos combustíveis, afirmando que era inevitável a contínua subida da gasolina e do gasóleo para um “zé povinho” que vive sobre, ou mesmo abaixo, da linha da pobreza, sendo do domínio público que as empresas dos combustíveis tinham tido lucros de milhões! E essa “dor de alma” cresceu ao ouvir dizer que a população mundial tinha ultrapassado os oito mil milhões de habitantes dos quais 10% passam fome e 45 milhões de crianças estão no limite da subnutrição! Não sendo necessário ouvir peritos para sentirmos o progressivo aumento do preço dos alimentos primordiais enquanto milionários e bilionários, sejam russos ou americanos, compram e usam barcos, aviões ou palácios de luxo, inimaginável para um comum dos mortais.  E a minha “ferida” entra a sangrar quando, mesmo entre nós, os vários bancos anunciam lucros enormes, depois de terem tido ajudas (!) de milhões, dos dinheiros saídos dos nossos bolsos – como são os impostos que pagamos. Quando nos sentimos ameaçados por perigos incontroláveis, os homens sempre tiveram a tentação de pedir ajuda a um poder superior – por isso apetece-me dizer: Oh! Meu Deus, como é isto possível? Pois é! É que existe na realidade um poder quase inatingível  e incontrolável que é o “deus cifrão”! E aí vêm os déficits, os orçamentos, as dívidas externas, o produto e, eu sei lá quantas mais noções que pretendem justificar uma situação e uma organização social que justifica e mantem todas as causas das minhas “feridas”! E mais – os paraísos fiscais, as zonas francas, os “fundos” sem rosto, etc. E os políticos – os homens  que nos governam em nosso nome, estão, consciente ou inconscientemente ao serviço desse deus cifrão ! Será que não há volta a dar a tal situação- agora muito acobertada com as guerras e as sanções? Bem diz o Papa Francisco que temos uma economia que mata!

- PUB -

Quando será que esse “deus cifrão” deixará de nos governar e quando será substituído pelo desejo sincero construir uma sociedade do bem estar e da justiça?

Para isso são necessários ”homens novos”! Para isso é necessário dar força à “revolução da ternura” – (Francisco dixit)

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

Histórica estação rodoviária na 5 de Outubro vai dar lugar a supermercado Continente

Edifício está a ser alvo de estudos há cerca de uma semana, com o objectivo de abrir espaço do grupo Sonae
- PUB -