16 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioOpiniãoDomingo de Ramos

Domingo de Ramos

Passou o domingo de Ramos a iniciar o período mais importante da vida dos cristãos pois com ele entrámos na Semana Santa, na Paixão, morte e Ressurreição de Jesus. E a ressurreição é o centro da Té cristã.

- PUB -

Há vinte e seis anos passei este dia na Palestina  (hoje Israel) numa peregrinação de setubalenses. O grupo andou durante uma semana pelos lugares por onde – diz a tradição – andou Jesus. É evidente que para um cristão esta viagem não constitui apenas uma viagem de turismo pois significa bem mais do que isso – pisar os mesmos locais por onde acreditamos que andou Jesus e em permanente espírito de oração, tem uma consequência muito mais emotiva e profunda.

E estar no Monte das Oliveiras, com as milenares oliveiras que pelos troncos grossíssimos nos dão o garante de terem sido contemporâneas de Jesus; navegar no mar da Galileia onde Jesus motivou Pedro a segui-lo e onde andou sobre as águas; e ter feito uma imitação da via sacra, com cruz aos ombros, recordando e tentando viver o tremendo sofrimento de Jesus; e pisando o local onde tudo indica que esse mesmo Jesus foi crucificado , tudo isto traz a um primeiro plano os motivos da nossa Fé e o verdadeiro e profundo sentido  da Mensagem, da Boa Nova que nos trouxe essa figura ímpar que se dizia filho de Deus e lavava os pés aos seus discípulos e que tem mobilizado milhões de pessoas por todo mundo desde há dois mil anos!

Na altura, empenhados profundamente nos nossos problemas não temos a perceção que por aquela terra andam muitas outras peregrinações, e foi para mim um momento marcante a entrada em Jerusalém pelo caminho que Jesus fizera, e para onde convergiram todos os grupos formando uma multidão como certamente foi a que rodeou a entrada de Jesus ha dois mil anos e…certamente com as mesmas manifestações ruidosas , com os mesmos cânticos, as mesmas manifestações de alegria agitando flores e folhas de palmeiras. A alegria era contagiante – agora por sabermos como a Sua mensagem triunfou, há dois mil anos pensando que Jesus  seria um chefe para libertar a Palestina dos seus ocupantes e sem terem a perceção de que ELE ia sacrificar-se, dar a Sua vida  pelos homens e vinha afinal dar o verdadeiro sentido á nossa vida, vinha afinal ensinar os homens que a nossa vida não termina com a nossa morte física, mas que temos à nossa espera uma outra parte do Caminho, um lado de lá do caminho pleno de felicidade e Amor. E só depois da Sua vida e do Seu sacrifício podemos compreender que vivemos para os outros, especialmente para aqueles que a sociedade – seja em que época for – centrifuga para as periferias da sociedade e deles não cuida.

- PUB -

Tudo isto adquire sentido com a sua Paixão e – essencialmente – com a sua ressurreição, com a Páscoa que viveremos dentro de dias!

A minha vivência deste domingo de Ramos vivido em Jerusalém foi marcante para mim, e mais ainda pelo confinamento em que vivo há mais de um ano!!  A pandemia também serve para visitarmos o nosso interior e descobrir tanta coisa que dentro de nós está mal resolvida!!

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -