13 Agosto 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalMoitaProjecto de recolha de biorresíduos arranca nas zonas de Chão Duro e...

Projecto de recolha de biorresíduos arranca nas zonas de Chão Duro e da Broega

Recolha porta-a-porta prossegue em Alhos Vedros, Gaio-Rosário e Sarilhos Pequenos

 

- PUB -

A recolha de biorresíduos porta-a-porta pela Câmara da Moita, iniciou-se esta semana nas zonas de Chão Duro e da Broega, naquela freguesia, e irá de hoje em diante abranger duas centenas de habitações unifamiliares de munícipes do concelho, que decidiram aderir a este novo projecto municipal. Na segunda-feira, a população começou por colaborar, separando e depositando de forma correcta os resíduos nos contentores distribuídos por aquela autarquia.

O município adianta que, nesta primeira fase e além daquelas áreas, o projecto vai ainda abarcar as freguesias de Sarilhos Pequenos e do Gaio-Rosário, assim como as zonas das Arroteias, Bairro Francisco Pires e Rego d’Água, em Alhos Vedros, além da área do Cabeço Verde, nos limites com o concelho do Barreiro. Para isso, os moradores vão ser contactados por técnicos da empresa SUMA, devidamente identificados, para assegurar a entrega dos referidos contentores e esclarecer eventuais dúvidas relativamente ao novo processo de recolha.

Projecto engloba 200 habitações unifamiliares de munícipes do concelho

A autarquia moitense lembra que a recolha de restos de comida e resíduos de jardim efectuada pela edilidade, acontecerá duas vezes por semana, durante as datas que serão oportunamente comunicadas à população aderente. Recorde-se que o projecto resulta de uma candidatura do município ao Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), sendo cofinanciado pelo Fundo de Coesão, no âmbito do Programa Portugal 2020.

- PUB -

O cumprimento das metas europeias e nacionais de recolha selectiva de resíduos ou a valorização dos mesmos enquanto recurso ou “produto”, bem como a redução de gases com efeito de estufa, a promoção da economia circular e o envolvimento dos cidadãos na adopção de práticas mais sustentáveis e amigas do ambiente, são alguns dos principais objectivos deste projecto, iniciado durante o último trimestre do ano passado.

Participação é “fundamental”

A participação da população neste projecto é encarada pela edilidade como “fundamental” para o seu sucesso. A autarquia lembra que a recolha deste tipo de resíduos “é um modelo cómodo e sustentável que contribui para a melhoria do ambiente”, na medida em que, ao separarem os biorresíduos, além de reduzirem as suas deslocações ao habitual contentor, os munícipes estarão também a reduzir a quantidade de recursos desperdiçados que acabam por ir parar ao aterro.

- PUB -

Deste modo, assinala, os cidadãos estarão também a contribuir para dar uma nova vida aos resíduos, através da sua transformação em composto orgânico para futura utilização na agricultura, numa produção assegurada pela empresa Amarsul, responsável pelo tratamento e valorização dos resíduos urbanos dos municípios da península de Setúbal.

A câmara esclarece que a população deve colocar o contentor que lhe foi distribuído, frente à sua habitação, nos dias da semana que lhes forem comunicados, a partir das 19h00. Na manhã seguinte, a equipa passará por cada habitação para a recolha, colocando os contentores no mesmo local. A cada morador caberá a tarefa de recolher o mesmo, que ficará vazio e pronto a usar novamente, sendo a sua lavagem e conservação de sua inteira responsabilidade.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

João Martins: “Deixo uma casa com bom nome e reconhecida”

Criou, desenvolveu e consolidou a Escola Profissional do Montijo (EPM). Ao fim de 29 anos e uns pozinhos, o professor decidiu passar o testemunho
- PUB -