12 Agosto 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioDesporto“Manter equilíbrio entre experiência e juventude”

“Manter equilíbrio entre experiência e juventude”

Antes do duelo com Sporting B, treinador destaca mais-valia em relação aos adversários

Depois de mais de 20 dias sem competição, Vitória joga hoje (20:30 horas) no Bonfim

 

- PUB -

Mais de três semanas depois de ter vencido (2-1) o Caldas no Bonfim, o Vitória volta hoje (20:30 horas) a jogar no seu estádio, desta vez frente ao Sporting B, em partida da 15.ª jornada da Liga 3. Apesar da paragem forçada devido aos casos de Covid-10 que afectaram o plantel sadino, o treinador Pedro Gandaio acredita que a sua equipa tem condições para somar os três pontos. Caso essa aspiração se concretize, o Vitória, ainda com dois jogos em atraso, ascende provisoriamente à 2.ª posição da prova.

 

Quais os efeitos que a paragem forçada a que a equipa foi sujeita pode ter no jogo frente ao Sporting B?

- PUB -

As paragens forçadas, de 30 de Dezembro com o U. Santarém e de dia 8 de Janeiro com o Oliveira do Hospital, não foram muito benéficas porque, sempre que temos parado, não ganhamos nada com isso. Quando temos um jogo como tivemos contra o Caldas [triunfo por 2-1 a 22 de Dezembro], o melhor que nos podia acontecer era jogar de novo para dar sequência a essa vitória.

Depois dos vários casos de Covid que afectaram a equipa na passada semana, teme que os jogadores se ressintam disso?

Como e todas as equipas há sempre uma quebra na capacidade física dos jogadores, certamente não seremos nós a excepção.

- PUB -

De que forma procuraram atenuar o facto de a equipa não ter feito treino de conjunto no relvado vários dias seguidos?

Fizemos treinos em casa, via Zoom, era o possível. Quem tinha condições fez exercícios de cardio, quem não tinha, fez o que todos fizeram em grupo.

Qual o ponto da situação em relação aos jogadores que tem disponíveis. Dos jogadores que estiveram positivos, conta tê-los todos aptos a jogar?

Estão todos de volta, e contamos com todos para o jogo de sexta-feira.

A paragem permitiu recuperar alguns dos jogadores que estavam lesionados?

Deu, mas, por questões estratégicas, prefiro não responder.

Pode a equipa ser este mês reforçada com a chegada de novos jogadores?

Enquanto treinador, gostaria que isso acontecesse. Há posições em que gostaria de ter outras opções e estão identificadas as posições e características que nos parece haver necessidade de reforçar. No entanto, sabemos do esforço que esta gente tem feito, e estamos prontos para ir para o que falta do campeonato com os que temos à nossa disposição.

O Sporting B chega ao Bonfim depois de vencer o Torreense, por 1-0. Quais as principais cautelas a ter com o adversário?

O Sporting B tem vindo a crescer nos últimos jogos. Nos últimos seis perdeu apenas um, tendo defrontado nessa série clubes como o Caldas, Real e Torreense. Estamos a contar com o Sporting B na sua máxima força. Individualmente têm jogadores com muita qualidade técnica, vitalidade, irreverência e a força da juventude que são pontos muito fortes desta equipa. Em termos colectivos, o que identificámos nos últimos jogos é um maior entrosamento entre os seus jogadores.

O que tem o Vitória de fazer para somar os três pontos no Bonfim?

O Vitória terá de ter a personalidade e o querer que teve na segunda parte com o Caldas. Teremos de estar preparados para não ter bola e para defender quando assim tiver que ser. Quando a bola estiver na nossa posse, iremos procurar explorar os espaços para tirarmos partido disso.

Apesar dos contratempos que têm existido (lesões, adiamento de jogos, Covid), a equipa tem as condições necessárias para ficar entre os primeiros 4 lugares da série B da Liga 3? Quais as mais-valias do plantel em relação à concorrência?

Acredito que temos todas as condições para ficarmos nos quatro primeiros lugares. Contratempos todas as equipas têm. Temos de nos focar no que controlamos, vivemos num momento que não sabemos o que vem aí. E se somos apologistas de pensar jogo a jogo, hoje em dia esse lema ainda faz mais sentido. Em relação aos outros não posso comentar, pois não estou lá, mas temos um grupo muito unido e equilibrado. Parece-me importante manter o equilíbrio entre experiência e juventude que temos tido até aqui.

Que balanço faz dos dois meses e meio que leva ao leme da equipa?

O balanço não é mau, no entanto há sempre forma de melhorar. Os dois empates [1-1 com o Oriental Dragon e Cova da Piedade], estão-me muito atravessados. Mais do que as duas derrotas, por ter sentido que fomos inferiores ao adversário, os dois empates custam-me aceitar. Por isso mesmo, o caminho só pode ser um: melhorar.

 

 

Martim Silva convocado para a Selecção de sub-15

Martim Silva, jovem futebolista da equipa de sub-15 do Vitória, foi convocado para o estágio de preparação da Selecção Nacional portuguesa, que decorre terça e quarta-feira na Cidade do Futebol, em Oeiras. A chamada do jogador dos escalões de formação dos setubalenses acontece na semana seguinte a Rodrigo Grenha, capitão dos juvenis vitorianos, ter integrado o estágio dos sub-17 de Portugal.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

João Martins: “Deixo uma casa com bom nome e reconhecida”

Criou, desenvolveu e consolidou a Escola Profissional do Montijo (EPM). Ao fim de 29 anos e uns pozinhos, o professor decidiu passar o testemunho
- PUB -