21 Janeiro 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioDesporto“Manter equilíbrio entre experiência e juventude”

“Manter equilíbrio entre experiência e juventude”

Antes do duelo com Sporting B, treinador destaca mais-valia em relação aos adversários

Depois de mais de 20 dias sem competição, Vitória joga hoje (20:30 horas) no Bonfim

 

- PUB -

Mais de três semanas depois de ter vencido (2-1) o Caldas no Bonfim, o Vitória volta hoje (20:30 horas) a jogar no seu estádio, desta vez frente ao Sporting B, em partida da 15.ª jornada da Liga 3. Apesar da paragem forçada devido aos casos de Covid-10 que afectaram o plantel sadino, o treinador Pedro Gandaio acredita que a sua equipa tem condições para somar os três pontos. Caso essa aspiração se concretize, o Vitória, ainda com dois jogos em atraso, ascende provisoriamente à 2.ª posição da prova.

 

Quais os efeitos que a paragem forçada a que a equipa foi sujeita pode ter no jogo frente ao Sporting B?

- PUB -

As paragens forçadas, de 30 de Dezembro com o U. Santarém e de dia 8 de Janeiro com o Oliveira do Hospital, não foram muito benéficas porque, sempre que temos parado, não ganhamos nada com isso. Quando temos um jogo como tivemos contra o Caldas [triunfo por 2-1 a 22 de Dezembro], o melhor que nos podia acontecer era jogar de novo para dar sequência a essa vitória.

Depois dos vários casos de Covid que afectaram a equipa na passada semana, teme que os jogadores se ressintam disso?

Como e todas as equipas há sempre uma quebra na capacidade física dos jogadores, certamente não seremos nós a excepção.

- PUB -

De que forma procuraram atenuar o facto de a equipa não ter feito treino de conjunto no relvado vários dias seguidos?

Fizemos treinos em casa, via Zoom, era o possível. Quem tinha condições fez exercícios de cardio, quem não tinha, fez o que todos fizeram em grupo.

Qual o ponto da situação em relação aos jogadores que tem disponíveis. Dos jogadores que estiveram positivos, conta tê-los todos aptos a jogar?

Estão todos de volta, e contamos com todos para o jogo de sexta-feira.

A paragem permitiu recuperar alguns dos jogadores que estavam lesionados?

Deu, mas, por questões estratégicas, prefiro não responder.

Pode a equipa ser este mês reforçada com a chegada de novos jogadores?

Enquanto treinador, gostaria que isso acontecesse. Há posições em que gostaria de ter outras opções e estão identificadas as posições e características que nos parece haver necessidade de reforçar. No entanto, sabemos do esforço que esta gente tem feito, e estamos prontos para ir para o que falta do campeonato com os que temos à nossa disposição.

O Sporting B chega ao Bonfim depois de vencer o Torreense, por 1-0. Quais as principais cautelas a ter com o adversário?

O Sporting B tem vindo a crescer nos últimos jogos. Nos últimos seis perdeu apenas um, tendo defrontado nessa série clubes como o Caldas, Real e Torreense. Estamos a contar com o Sporting B na sua máxima força. Individualmente têm jogadores com muita qualidade técnica, vitalidade, irreverência e a força da juventude que são pontos muito fortes desta equipa. Em termos colectivos, o que identificámos nos últimos jogos é um maior entrosamento entre os seus jogadores.

O que tem o Vitória de fazer para somar os três pontos no Bonfim?

O Vitória terá de ter a personalidade e o querer que teve na segunda parte com o Caldas. Teremos de estar preparados para não ter bola e para defender quando assim tiver que ser. Quando a bola estiver na nossa posse, iremos procurar explorar os espaços para tirarmos partido disso.

Apesar dos contratempos que têm existido (lesões, adiamento de jogos, Covid), a equipa tem as condições necessárias para ficar entre os primeiros 4 lugares da série B da Liga 3? Quais as mais-valias do plantel em relação à concorrência?

Acredito que temos todas as condições para ficarmos nos quatro primeiros lugares. Contratempos todas as equipas têm. Temos de nos focar no que controlamos, vivemos num momento que não sabemos o que vem aí. E se somos apologistas de pensar jogo a jogo, hoje em dia esse lema ainda faz mais sentido. Em relação aos outros não posso comentar, pois não estou lá, mas temos um grupo muito unido e equilibrado. Parece-me importante manter o equilíbrio entre experiência e juventude que temos tido até aqui.

Que balanço faz dos dois meses e meio que leva ao leme da equipa?

O balanço não é mau, no entanto há sempre forma de melhorar. Os dois empates [1-1 com o Oriental Dragon e Cova da Piedade], estão-me muito atravessados. Mais do que as duas derrotas, por ter sentido que fomos inferiores ao adversário, os dois empates custam-me aceitar. Por isso mesmo, o caminho só pode ser um: melhorar.

 

 

Martim Silva convocado para a Selecção de sub-15

Martim Silva, jovem futebolista da equipa de sub-15 do Vitória, foi convocado para o estágio de preparação da Selecção Nacional portuguesa, que decorre terça e quarta-feira na Cidade do Futebol, em Oeiras. A chamada do jogador dos escalões de formação dos setubalenses acontece na semana seguinte a Rodrigo Grenha, capitão dos juvenis vitorianos, ter integrado o estágio dos sub-17 de Portugal.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Pinhalnovense não tem jogadores para ir a jogo no próximo domingo

No Campeonato de Portugal a situação está muito complicada para os clubes da região porque o Barreirense está numa posição delicada na tabela classificativa...

Pinhalnovense sem jogadores para jogar fez falta de comparência

A 12.ª jornada do Campeonato de Portugal ficou marcada pela falta de comparência do Pinhalnovense no jogo que deveria disputar em casa com o...

Cecília Anacoreta Correia: “Devemos desafectar Setúbal da AML para a região do Alentejo”

Candidata do CDS-PP defende que a Península de Setúbal deve passar para a NUTS do Alentejo, para o distrito não continuar partido e ter...
- PUB -