22 Outubro 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Local Seixal Futuro Centro Cultural de Amora deverá estar a funcionar em 2023

Futuro Centro Cultural de Amora deverá estar a funcionar em 2023

A abertura do concurso foi aprovada em Dezembro do ano passado e a adjudicação da obra na passada semana, um investimento superior a 4,5 milhões de euros    

- PUB -

O executivo municipal do Seixal acabou de dar mais um passo para a construção do futuro Centro Cultural de Amora. Na reunião pública da passada quarta-feira, foi aprovada a adjudicação deste equipamento, que vai ter um custo de 4 516 037,88 euros, mais IVA, e um prazo de execução de 730 dias.

A abertura do concurso para o Centro Cultural de Amora, foi aprovada em reunião de câmara de 22 de Dezembro do ano passado, sendo então a construção orçamentada em 5 789 792,16 euros, com a previsão da obra estar concluída em 2023, prazo que se mantém.

“Este equipamento irá, sem dúvida, beneficiar toda a população de Amora, dada a sua localização geográfica, significando uma grande mais-valia para a cultura no concelho”, dizia na altura o presidente da Câmara do Seixal. Referia ainda Joaquim Santos que este equipamento cultural, será mais um espaço de “elevado nível ao serviço da população, que irá beneficiar de mais uma infra-estrutura com excelentes condições que possibilitará a realização de eventos culturais e também proporcionar o apoio aos jovens do concelho”.

- PUB -

O edifício será composto por sala de espectáculos para teatro, cinema, dança, música e realização de conferências, espaço de exposições, Centro da Juventude e ainda pelo polo de Amora da Biblioteca Municipal do Seixal.

Na reunião de câmara da passada semana foi também aprovada a adjudicação da obra do novo cais de acostagem do antigo Terminal Fluvial do Seixal, pelo valor de 188 270 euros.

Aprovado ainda foi o Programa de Acesso à Habitação para Jovens, com um projecto-piloto que vai colocar em hasta pública a construção de um edifício com 8 fracções para posterior venda a jovens do concelho, após também o devido concurso.

- PUB -

Os eleitos tomaram também a decisão de aprovar a proposta de comodato entre a Câmara Municipal do Seixal e a Associação para o Desenvolvimento das Mulheres Ciganas Portuguesas, com vista à cedência de um espaço físico para o funcionamento desta associação, na Quinta de S. João, em Arrentela, e a atribuição de uma comparticipação financeira para a realização de obras de requalificação do local, no valor de 61 140 euros.

Eleitos contestam Taxa de Gestão dos Resíduos Urbanos imposta pelo Governo

Câmara Municipal do Seixal aprovou, na reunião pública, a tomada de posição “Em Defesa de Um Serviço Público de Gestão de Resíduos”.

Segundo o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos, “os custos com o serviço de recolha e tratamento de resíduos urbanos são cada vez mais gravosos e insustentáveis para os municípios e para os seus habitantes, reflectindo-se actualmente no elevado valor da factura da água. Verifica-se um aumento tremendo da Taxa de Gestão dos Resíduos Urbanos imposta pelo Governo, sendo essa receita entregue ao Estado pela Amarsul”.

 

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Embarcação de pesca de Setúbal sofre danos em encontro com orcas

Mestre diz que ataque, de grupo de quatro animais, durou 20 minutos e partiu leme do barco

Fica em prisão preventiva por esfaquear rival à porta de bar

Clientes travaram agressor e socorreram vítima

António Pereira: “Continuo a ver coisas no Vitória que não tenho visto nem na I Liga”

Eliminação da Taça de Portugal com o Vizela não esmoreceu aplausos aos atletas
- PUB -