27 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalSeixalAmarelos da Carris implicam investimento da Câmara do Seixal em 8 milhões...

Amarelos da Carris implicam investimento da Câmara do Seixal em 8 milhões de euros neste mandato

A partir de 1 de Julho os amarelos da Carris Metropolitana começam a circular no concelho do Seixal

 

- PUB -

Os primeiros autocarros da Carris Metropolitana começam a circula no concelho do Seixal a 1 de Julho. A operadora Transportes Sul do Tejo (TST), pertencente à Arriva, vai continuar a operar no território seixalense, assim como em Almada e Sesimbra, mas agora dentro de outra logística, e com novos veículos.

Para a Câmara do Seixal, “a aquisição dos novos autocarros da Carris Metropolitana implica um financiamento municipal, neste mandato, de mais de 8 milhões de euros”, afirma o presidente da Câmara Municipal, Joaquim Santos.

Ou seja, os operadores como a TST “desaparecem e são substituídos por um serviço que tem uma marca que é a Carris Metropolitana”, explica Carlos Humberto, primeiro-secretário metropolitano. A isto acrescenta que o novo sistema de transportes públicos dentro dos 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa vai implicar também um “novo sistema de bilhética”.

- PUB -

Dentro da Península de Setúbal, estes novos bilhetes começam a ter de ser usados a partir de 1 de Julho, excepto nos concelhos de Alcochete, Moita, Montijo, Palmela e Setúbal, em que entram em vigor a 1 de Junho.

Entretanto, a 1 de Abril, comemoraram-se três anos desde que foi implementado o Passe Navegante. Um passe único de 40 euros que acabou com a multiplicidade de passes até então existentes a preços discrepantes e, muitos deles, bastante caros.

Esta medida implementada pelo Governo, então em regime de gerigonça, implicou também investimento da parte das autarquias. No caso da Câmara do Seixal, “financiou o novo passe social intermodal no valor de 8 milhões de euros desde a sua criação”, afirma o presidente da Câmara Municipal, Joaquim Santos.

- PUB -

“Uma importante medida”, acrescenta a autarquia em nota de Imprensa. “Constituiu a maior alteração tarifária dos últimos anos, que permite aos passageiros dos serviços de transportes públicos na Área Metropolitana de Lisboa viajarem em qualquer operador com um único passe no valor de 40 euros”. A isto acrescenta que acarretou “um investimento municipal de dois milhões de euros por ano”, o que “já beneficiou milhares de famílias”.

Ainda segundo a Câmara do Seixal, nos “últimos meses foram adquiridos 1 500 autocarros pela Transportes Metropolitanos de Lisboa (TML), no âmbito da marca Carris Metropolitana, que irá aumentar a oferta da rede de transporte colectivo de passageiros”.

No caso do concelho da Baía, a oferta vai aumentar em “cerca de 65% a partir de Julho de 2022”.

Recentemente, “o executivo camarário esteve nas instalações da TST do Laranjeiro para conhecer aqueles que serão os novos autocarros da frota a circular da nova operadora de transporte público rodoviário”.

Na altura, Joaquim Santos comentou que “naquilo que hoje é responsabilidade das autarquias, que é o transporte colectivo rodoviário de passageiros, a aquisição dos novos autocarros da Carris Metropolitana implica um financiamento municipal, neste mandato, de mais de 8 milhões de euros, a ser feito em prol da qualidade de vida da população”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem de 16 anos morre colhido por touro nas Festas da Moita

Vítima foi transportada em estado crítico para o Hospital do Barreiro, mas acabou por não resistir aos ferimentos

Sonae Capital vende hotéis em Tróia

Apesar do negócio, multinacional mantém gestão do Aqualuz Tróia Mar&Rio e do The Editory By The Sea Tróia-Comporta

Bilhete de época para atrair mais vitorianos ao Bonfim em 2022/23

Sadinos avançam com medida para terem mais sócios no estádio nos jogos da Liga 3
- PUB -