18 Maio 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalAlmadaTrabalhadores das autarquias de Almada manifestam-se amanhã em protesto por mais direitos

Trabalhadores das autarquias de Almada manifestam-se amanhã em protesto por mais direitos

Concentração na Praça da Portela, no Laranjeiro, convocada pelo STAL de “Braço Dado Pelos Direitos”

 

- PUB -

Trabalhadores das autarquias do concelho de Almada, incluindo Serviços Municipalizados de Água e Saneamento, juntas de freguesia e Wemob, vão manifestar-se amanhã, 17 de Março, pelas 10h00, para “exigir a resolução de problemas em torno dos seus direitos”, veicula nota de Imprensa do STAL – Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional.

A concentração realiza-se na Praça da Portela, no Laranjeiro, e, “de braço dado pelos direitos e caminhos que importa percorrer”, os trabalhadores apontam uma lista de objectivos na sua reivindicação que começa com a “integração de 39 auxiliares de acção educativa dos jardins de infância da rede pública de Almada, prestes a serem despedidas pelo executivo da Câmara Municipal”.

O protesto passa ainda pela “luta na aplicação da Opção Gestionária em todas as autarquias e Serviços Municipalizados; aplicação do suplemento de penosidade e insalubridade com a maior abrangência no quadro da lei, pelo nível elevado e em todos os dias trabalhados tendo em consideração o conteúdo funcional do posto de trabalho”.

- PUB -

Entre os doze argumentos reivindicativos desta manifestação, o STAL exige ser incluído num processo de “diálogo sério” por parte dos “executivos da Câmara Municipal e juntas de freguesia acerca do processo de transferência de competências”.

O sindicato invoca ainda o “reforço de pessoal numa perspectiva de diminuição da sobrecarga, mas também na lógica da valorização e capacidade de resposta dos serviços públicos”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -