28 Setembro 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioSociedadeParque da Cidade do Barreiro acolhe no dia 20 performance artística “O2...

Parque da Cidade do Barreiro acolhe no dia 20 performance artística “O2 Oxigen” da companhia PIA

O Parque da Cidade recebe no próximo dia 20, pelas 21h00, o espectáculo “O2
Oxigen”, pela companhia PIA – Teatro de Intervenção Artística, numa performance
que através das linguagens do teatro físico e das formas animadas, convida o
espectador a uma reflexão sobre “como poderia sobreviver uma sociedade em que a
tecnologia desvanece as relações humanas e o acesso ao oxigénio se torna um luxo”.

- PUB -

Trata-se de um projecto de arte pública intercultural, que nasce em inícios de 2019 na
cidade de Macau, onde “registos de níveis alarmantes de partículas poluentes
começam a ser recorrentes”.

Num futuro frágil e incerto, acaba por emergir “um mundo entorpecido pela desenfreada modernização, suspenso pelas poucas memórias que ainda escoam em corpos resilientes na procura incessante do elemento vital que lhes suporta a vida”.

Com encenação e direcção artística e plástica de Pedro Leal, o espectáculo vai contar com a participação dos performers Ana Andrade, Helena Oliveira, Manuel Amarelo, Mafalda Cabral, Sara Araújo e Tiago Augusto.

- PUB -

O trabalho contou com o apoio à criação do Instituto Cultural de Macau, Fundação de Macau e Fundação Oriente, além da Fundação Caixa Geral de Depósitos.

Com entrada gratuita e uma hora de duração, a performance está limitada ao máximo de uma centena de participantes, sendo obrigatória a reserva de lugares (212 068 230).

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes
- PUB -