31 Julho 2021, Sábado
- PUB -
Início Sociedade Investigadora mexicana analisa perfil do aluno autónomo na Escola Técnica Profissional da...

Investigadora mexicana analisa perfil do aluno autónomo na Escola Técnica Profissional da Moita

Estrella Luna Muñoz está a desenvolver projecto até Novembro

 

- PUB -

A mexicana Estrella Luna Muñoz, investigadora, formadora e coordenadora de projectos de média, artes, educação, diálogo intercultural e integração social comunitária, encontra-se actualmente no ProHUB – Centro de Investigação & Inovação para o Ensino Profissional da Escola Técnica Profissional da Moita (ETPM), para investigar, tanto as aprendizagens como a forma que este estabelecimento de ensino utiliza naquele espaço para este efeito.

O projecto da jovem licenciada, de 31 anos, iniciado em Março no México, Cabo Verde, Espanha, Honduras, Nicarágua e agora em Portugal, consiste em pesquisar “o aluno autónomo no planeamento e avaliação das suas aprendizagens no ensino profissional e as práticas pedagógicas usadas”, prossegue até ao mês de Novembro, tendo sido realizadas várias sessões e conversas com alunos, professores, tutores de turma e directores de curso.

Com os projectos já desenvolvidos nestes países, a investigadora tem agora como pretensão “inspirar, capacitar e apoiar os jovens a liderar o caminho em direcção a uma sociedade mais inclusiva, justa, resiliente e regenerativa”.

- PUB -

A investigação em causa surgiu da necessidade de orientar e construir, junto do aluno, o desenvolvimento de planeamento e auto-avaliação para um trabalho autónomo. Para isso, Estrella Muñoz analisa a utilização da metodologia, das práticas pedagógicas e dos instrumentos de (auto)regulação das aprendizagens utilizadas na ETPM, investigando a forma de articulação entre o Referencial de Inovação Pedagógica e o perfil do aluno, as tutorias de turma e aprendizagem autónoma.

Estrella Luna Muñoz iniciou a investigação em Março

Licenciada em Artes Visuais e Diploma de Inovação Educacional, pela Universidad Nacional Autónoma de México, com mestrado em Produção Artística (UPV), em Valência, na vizinha Espanha, e doutoramento em Educação com as TIC na Universidade de Lisboa, a tese desenvolvida por Estrella “esteve focada na literacia mediática e informacional para o empoderamento e e integração social dos jovens”.

- PUB -

A ETPM apoia e colabora com esta investigação, cujos “resultados vão servir para melhorar e/ou actualizar o nosso modelo, a forma como fazemos aprender, garantindo sempre o bem-estar do aluno e da equipa”, sublinha aquela escola.

Refira-se que a investigadora tem exercido funções como docente em diversas instituições de ensino online e presencial – como é o caso da Arab Academy, no Egipto –, e tem sido convidada a participar como oradora em várias conferências e congressos, algumas das quais organizadas pela UNESCO.

- PUB -

Mais populares

Moradores na Quinta da Amizade contestam fogos municipais, mas vereador Carlos Rabaçal promete valorização

Na calha pode estar a construção de 268 fogos. Os residentes temem densidade populacional e perderem conforto   Os moradores na Quinta da Amizade, na freguesia...

“Quero fazer esta época o jogo de despedida para depois assumir o cargo de treinador”

“Não me ofereço aos clubes e não peço favores a ninguém, se tiver que treinar será onde me queiram e onde acreditem em mim”, refere Paulo Catarino

Terminal Interface de Setúbal a poucos dias de estar concluído

A construção do novo Terminal Interface de Setúbal, na Praça do Brasil, está a poucos dias de estar concluída, com a obra a entrar...
- PUB -