11 Agosto 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioSociedade"Hortas Pedagógicas" em Santo André tornam alunos "pequenos agricultores"

“Hortas Pedagógicas” em Santo André tornam alunos “pequenos agricultores”

A Junta de Freguesia de Santo André, no concelho de Santiago do Cacém (Setúbal), lançou hoje o projeto “Hortas Pedagógicas” nas escolas básicas do 1.º ciclo, desafiando alunos e professores a cultivarem produtos hortícolas em ambiente escolar.

Na primeira ação, realizada hoje na Escola Básica n.º 4 de Vila Nova de Santo André, os alunos foram convidados a plantar mais de 200 pés de alfaces, cenouras, couves e cebolas nas 10 parcelas de terreno criadas para o efeito no recinto do estabelecimento de ensino.

- PUB -

“O projeto visa devolver às crianças o hábito do contacto com a terra, com uma economia sustentável e circular, com as preocupações ambientais, e criar uma dinâmica entre os alunos, professores e educadores de preocupação para todas estas questões”, explicou à agência Lusa o presidente da Junta de Freguesia de Santo André, David Gorgulho.

No total, o projeto das “Hortas Pedagógicas” prevê a plantação de 26 parcelas de terreno, uma parcela por turma, distribuídas pelas escolas básicas do 1.º ciclo, incluindo a zona rural da freguesia de Santo André, no litoral alentejano.

“Queremos que as crianças conheçam os produtos, as plantas, que saibam quando é que se pode plantar, qual a frequência de rega para cada planta, quanto tempo demora a crescer, como se apanha e como se semeia”, acrescentou o autarca.

- PUB -

A monitorização é feita pelos alunos, professores e educadores de cada estabelecimento de ensino, que ficarão responsáveis por tarefas como a rega, limpeza e manutenção das pequenas “leiras”, promovendo um desenvolvimento sustentável dos produtos.

“Os professores e educadores estão entusiasmados e por isso contamos com a sua dedicação. No verão, durante a interrupção letiva, será a junta de freguesia responsável pela manutenção das hortas para assegurar que o trabalho que é feito ao longo do ano escolar não é prejudicado”, disse.

De acordo com o autarca, “os produtos frescos, cultivados pelos ‘pequenos agricultores’, serão aproveitados para as refeições familiares”.

- PUB -

Lusa

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

Histórica estação rodoviária na 5 de Outubro vai dar lugar a supermercado Continente

Edifício está a ser alvo de estudos há cerca de uma semana, com o objectivo de abrir espaço do grupo Sonae
- PUB -