12 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
Queremos a Tróia de volta

Queremos a Tróia de volta

Queremos a Tróia de volta

A entrega da Petição pela inclusão do acesso à praia de Tróia no passe Navegante da Carris Metropolitana na Assembleia da República, no dia 19 de outubro, constitui um marco na luta do povo de Setúbal. São mais de 8 mil assinaturas recolhidas em apenas dois meses. Gente de todas as condições assinou com garra e com a convicção de que teremos a Tróia de volta. Muitas pessoas ofereceram-se para levar folhas para os empregos, lojas, coletividades, artistas como A Garota Não apelaram para que esta Petição ganhasse força e pernas para andar.

Esta Petição à Assembleia da República e aos partidos políticos é desde logo de uma elementar justiça e equidade. Como se explica que as pessoas de Setúbal ou de todos os concelhos vizinhos, que têm passe Navegante, se possam deslocar para qualquer praia da Área Metropolitana de Lisboa a dezenas de quilómetros (por exemplo Sesimbra, Costa da Caparica, Linha de Cascais, Ericeira) beneficiando do passe … e não o possam fazer para ir até Tróia, a um quilómetro de distância? Por que razão as populações do distrito de Lisboa podem aceder com o passe às suas praias e as de Setúbal não podem ir a Tróia?

- PUB -

Várias presidências da Câmara de Setúbal omitiram ou negligenciaram ao longo do tempo a garantia do acesso a um bem tão essencial para o lazer das pessoas e famílias do lado de cá do rio Sado. A humilhação e a revolta contra este roubo expressaram-se sempre, na cidade e localidades e concelhos vizinhos. Mas agora a Assembleia da República vai ser confrontada com este clamor popular e vai ter que decidir.

É de assinalar que ultimamente a Câmara de Setúbal reconheceu esta injustiça contra os munícipes. Só temos que nos congratular. Ao mesmo tempo a Câmara de Setúbal tem-se apresentado numa parceria com as de Grândola e Alcácer do Sal alertando para um outro problema, igualmente justo, o preço extravagante praticado na travessia dos carros e camiões por ferry entre Setúbal e a Soltróia. Mas atenção: isso não tem nada a ver com o passe Navegante. É uma outra luta.

A nossa Petição é muito objetiva e não deixa margem para dúvidas. As pessoas de Setúbal, Palmela, Moita, Barreiro e do resto da Área Metropolitana que têm Passe Navegante devem poder ir para a praia de Tróia com esse Passe. É tempo de acabar com a discriminação social que foi montada para impedir as famílias com menos recursos, bem como a todas e todos que exercem atividade em Tróia, de aceder à margem esquerda do rio Sado recorrendo ao transporte público fluvial, seja assegurado pelo catamarã ou pelo ferry boat. E de ter o direito de utilizar o mesmo passe Navegante com que se deslocam na AML em cada mês para viajar até Tróia, sem qualquer restrição.

- PUB -

É tempo de acabar com esta usurpação de Tróia e de todo o litoral, que está a ser entregue para usufruto exclusivo dos milionários.  Arrasam as dunas, ostracizam o povo, privatizam as praias: umas vezes subtilmente outras com violência e ameaças, exibindo guardas e seguranças. Tudo com a conivência dos poderes públicos.

As praias são direito do povo, que as utilizou com respeito ao longo dos tempos e no-las deixou em herança.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -