23 Julho 2024, Terça-feira

- PUB -
Os 100 anos do PCP

Os 100 anos do PCP

Os 100 anos do PCP

, Ex-bancário, Corroios
9 Março 2021, Terça-feira
Francisco Ramalho

A melhor prova de que o PCP  é um partido indispensável aos trabalhadores e ao povo, é a sua idade.

Sendo o capitalismo baseado na exploração do homem pelo homem, logo, um sistema injusto e imoral, é natural haver quem contra ele se bata. Tem sido esse o papel do PCP desde a sua fundação.

- PUB -

Com avanços e recuos, a marcha da humanidade é imparável e sempre no sentido da justiça e da liberdade. Inicialmente era esta, a liberdade. Depois veio o esclavagismo, o feudalismo, e o capitalismo não será o fim da marcha.

Este percurso é natural, porque só o bem é exemplar. O mal não. E é imoral. Daí, a força das convicções dos comunistas. Na clandestinidade, foram sujeitos à perseguição e à mais brutal repressão durante mais de meio século, mas nunca vergaram. Nem vergam!

Longe de nós,  a pretensão e a veleidade de fazermos aqui, mesmo que sinteticamente, a história do PCP. Apenas a nossa modesta opinião sobre o “segredo” da sua longevidade e, ao contrário dos  que ainda vaticinam o seu funeral, a convicção de que vai continuar exercendo o seu papel fundamental na defesa dos interesses e naturais aspirações dos trabalhadores e do povo. Realçando alguns aspetos do comportamento dos seus militantes, ainda desconhecidos de muita gente.

- PUB -

A Festa do Avante, é um bom exemplo, mas longe de ser o único, da demonstração das convicções dos comunistas, seus amigos e simpatizantes do PCP. Nem todos os outros partidos juntos, conseguiam, gratuitamente, erguer aquela cidade efémera, mantê-la a funcionar durante três dias e desmontá-la. O maior evento cultural, gastronómico e político do país. E além dos seus construtores não ganharem um único cêntimo, ainda pagam para lá trabalhar. Todos compram a sua entrada permanente (EP).

Outro exemplo do género: como em qualquer outra região do país, na nossa, nas festas anuais das freguesias do concelho do Seixal, o PCP, faz-se representar num pavilhão onde, para além de material de informação e propaganda, vende petiscos e bebidas. Esse pavilhão, leva 3 ou 4 dias a montar e a desmontar. Em Corroios, por exemplo, as festas duram 10 dias. Portanto, são 13 ou 14 dias de trabalho voluntário.

São apenas dois exemplos, mas pode-se acrescentar o princípio estatutário de que nenhum membro do partido eleito para qualquer cargo publico, pode ser, por isso, beneficiado ou prejudicado. Revertendo o que excede o seu anterior salário, para o partido. Trata-se de uma questão moral. E como o PCP, nem de longe, tem acesso à comunicação social como os partidos do denominado arco do poder, são fundos para adquirir meios para fazer passar a sua mensagem e propostas, ao povo e ao país.

- PUB -

Mas a principal ação dos comunistas, é estarem em todas as frentes, nas primeiras linhas da  luta dos trabalhadores e do povo, pelos seus direitos, e pela substituição do sistema que, à sua custa e até do meio ambiente, da Natureza, visa o lucro; o capitalismo. E ainda, contribuindo com  a sua solidariedade internacionalista, pela paz e pelo socialismo.

 

 

 

 

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

, Ex-bancário, Corroios
23/07/2024
- PUB -
- PUB -