23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
O 25 de abril é de todos e para todos

O 25 de abril é de todos e para todos

O 25 de abril é de todos e para todos

No dia 25 de Abril de 1974 os portugueses conquistaram a liberdade e a democracia pela qual tanto ansiavam, um dia que ficará para sempre como um marco da história de Portugal. Tivemos oportunidade de conhecer o verdadeiro valor da liberdade, tendo sido uma das maiores conquistas dos cidadãos.

A liberdade é sem dúvida um dos maiores valores da humanidade e os portugueses perceberam isso e fizeram deste dia, um dia de todos e para todos nós. Após tantos anos houve finalmente um ponto de viragem para que todos os portugueses tivessem liberdade de expressão e pudessem viver em democracia.

- PUB -

Enquanto partido político, o PSD representa parte das pessoas que formam esta sociedade plural e tolerante. Pessoas que partilham uma mesma ideia e uma visão comum, na perspectiva de oferecer ao todo, ao País e à sociedade, um bem maior: a construção e consolidação de uma sociedade mais justa e mais livre.

Estes valores, que traduzem simultaneamente a nossa visão de liberdade humana, da sociedade, da actividade política e do Estado, existem hoje, mas ainda com elevados padrões de desigualdade. Enquanto País democrático, a caminhada ainda é longa. Muito já foi feito, mas tanto há por fazer.

A celebração deste, em que comemoramos a liberdade do povo e a sua democracia, é o momento ideal para uma reflexão: estaremos a fazer tudo ao nosso alcance para oferecer igualdade de oportunidades para todos?

- PUB -

Enquanto existir injustiça, pobreza, corrupção e abuso de poder. Enquanto tivermos Governos que com a sua acção, ou inacção, não conseguem dar aos portugueses igualdade de oportunidades no acesso à justiça, à saúde, à educação e à habitação.

Enquanto o País não crescer para se tornar mais rico, para aí sim todos vivermos melhor, a nossa missão não estará cumprida. Somos livres, mas continuamos cada vez mais pobres e a viver pior quando comparados com os outros países da União Europeia.

Celebremos a liberdade, mas sem nunca esquecer que não basta ser livre! Há que unir esforços e saber ouvir as demais opiniões, com um único propósito comum: criar as condições para que todos tenham a liberdade e as condições para a celebrar!

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -