15 Maio 2024, Quarta-feira

- PUB -
‘A Europa Connosco’, um marco de Mário Soares

‘A Europa Connosco’, um marco de Mário Soares

‘A Europa Connosco’, um marco de Mário Soares

No ano do centenário do nascimento de Mário Soares realizam-se eleições para o Parlamento Europeu o que é mote para invocar o seu contributo para a integração de Portugal na União Europeia.
Antes do 25 de abril de 1974 Portugal não podia pertencer à então CE, depois CEE e atual UE porque não era uma democracia e esta é uma exigência para a integração.
Para Mário Soares o Portugal democrático não poderia deixar de dar passos significativos necessários ao pedido de adesão, que faz jus às suas características de vistas largas e além do seu tempo.
Assim, mesmo antes da criação do Partido Socialista, em 19 de Abril de 1973, a antecessora deste, a Ação Socialista Portuguesa, que se extinguiu com a criação do PS, mas foi o embrião deste, filiou-se na Internacional Socialista.
Para o efeito, Soares reforçou as relações com os líderes dos partidos do socialismo democrático particularmente europeus que viriam a ser muito importantes para a própria consolidação do PS a seguir a 25 de abril e para a própria adesão de Portugal à UE.
Recorde-se que à data da fundação do PS os socialistas democráticos tinham grande influência na Europa tais como François Mitterrand, em França, Harold Wilson, de Inglaterra, Filipe Gonzalez, em Espanha, Olof Palme, na Suécia, Bruno Kreisky da Áustria, e inúmeros outros.
Estabilizada a democracia em Portugal, e mal se constituíram o 1º e o 2º Governos Constitucionais, Mário Soares, que presidiu a ambos, pede a adesão à então CEE, iniciando-se as negociações em 1978.
Na concretização da adesão, em 12 de junho de 1985, era também Primeiro Ministro Mário Soares, que, justamente, liderou a comitiva que, no Mosteiro dos Jerónimos, fez com que Portugal assumisse a entrada no projeto europeu.
O papel de Mário Soares foi absolutamente determinante no processo de adesão de Portugal nas Comunidades Europeias. Recordar que Mário Soares trouxe a Portugal, em março de 1976, líderes socialistas europeus que, para além de darem apoio à democracia portuguesa, também o fizeram quanto ao processo de integração europeia, dá bem nota da grandeza de um homem a quem o país deve um grande e ímpar reconhecimento.
Neste ano de eleições para o Parlamento Europeu o nosso dever de participar no ato eleitoral deve ser uma prioridade. A Europa é também a nossa ‘casa’. Soares sabia-o desde cedo e desejou ‘a Europa Connosco’.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -