20 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioOpiniãoRecordar é viver

Recordar é viver

Do amigo António Reis Silva, o ilustre setubalense “Tony Reis”, teve a amabilidade de me desejar um Bom Ano e ao mesmo tempo enviou-me alguns documentos de acontecimentos, histórias e espetáculos do passado, de que muito agradeço. Eis alguns deles: Reveillon no restaurante “A Charrua” em Palmela/Moita, com fados, variedades e baile, com artistas setubalenses; a nossa querida Georgete de Jesus, Manuel de Jesus (já falecido) e o grande ilusionista “Tony Reis”.
A grandiosa Exposição em Setúbal “O circo e a imprensa”, exposição de 20 a 28 de julho de 1974, na Sociedade musical e Recreativa união Setubalense por ocasião da Feira de Santiago com “Tony Reis” e em 1980 no Clube Setubalense o ilusionista e o conjunto “Riviera”. Setúbal – Circo Águia (na Praça da República). No dia 16 de fevereiro de 1957 a visita a Setúbal da Rainha Isabel II.
No dia 15 de fevereiro de 1926 a inauguração da luz elétrica em Setúbal. Em 1936 na Quinta da Bacalhoa da Casa Bragança, depois para Raúl Martins Leitão e mais tarde vendida a uma pessoa americana. No dia 15 de fevereiro de 1941 houve um grande ciclone em Setúbal e em Troia aterrou um bombeiro inglês. No dia 16 de setembro de 1962 é inaugurado o Estádio do Vitória de Setúbal. No dia 17 de julho de 1969, por detrás do edifício dos C.T.T., existiam os campos de ténis, onde se realizou a final da Taça “Biscaya da Silva” e o José Seabra ter vencido o engenheiro Gago da Silva por 7-5 e 6-3. Na Avenida Portela a “escola Setubalense” de Ana Biscaya da Silva e maria Biscaya da Silva, professora e diretora , diplomada em Londres. Em 1973 realizou-se o concurso da Rainha do Sado, realizado na antiga “fábrica do gás”, com o seguinte elenco: Andrea, Xico Jorge, Gualberto Caferra, Maria de Lurdes e Clemente. Em 1977 houve o Baile das Comadres no Clube da Palhavã, com o conjunto Octana e no desportivo da Camarinha o conjunto “Semibreve”. Na Capricho o baile da pinha com o Conjunto musical “Contagio”.
Em 1947 na Suíça, quando Portugal foi campeão mundial de Hóquei em patins, no regresso a Portugal, o Clube Naval convidou a equipa campeã a vir a Setúbal para a inauguração do ringue e o Naval proporcionou um passeio pelo rio Sado e na serra da Arrábida, com fados e uma espetacular caldeirada, com a massinha no caldo, feita por pescadores mestres em caldeiradas. A equipa nacional constituída pelo Correia dos Santos, Álvaro Lopes, Oliveira Serpa, Sidónio Serpa, Jesus Correia, Manuel Soares, Cipriano Santos, Emidio Pinto e a patinadora nacional Edite Cruz. E, na equipa do Naval, ainda me recordo de alguns jogadores: José “Azoia”, René Trevidic, Fava, Diogo Ramos, Faria, Carlos Santos, Fernando Geraldes, Belmiro, Mário “Leve”, Álvaro Pereira, Rui Pires, Viriato Medinas e outros que já não me lembro. Mais tarde o ringue na presidência do Manuel Tavares, foi transformado em pavilhão, assim como a piscina também transformada num ginásio.
E, recordar alguns destes e outros acontecimentos da minha, nossa, cidade é viver.
Viva Setúbal!

Comentários

- PUB -

Mais populares

Dez dias de música em vários palcos da cidade de Setúbal com os melhores sons e vozes

O festival arranca com Pedro Abrunhosa, atravessa vários artistas e termina com Cuca Roseta

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica
- PUB -