5 Dezembro 2021, Domingo
- PUB -
InícioOpiniãoAo teu lado, todos os dias

Ao teu lado, todos os dias

Participei ativamente na campanha para estas Eleições Autárquicas, e o que vi e vivi foi uma jornada democrática da CDU, a mobilizar, a esclarecer, a apresentar as propostas e projetos, a afirmar uma mensagem de confiança e de esperança.

- PUB -

Não esqueço a dedicação, a generosidade, a alegria na participação de tanta gente, de todas as idades, membros do PCP, do PEV, da ID, de tantos outros sem filiação partidária. A dialogar com as pessoas, a colocar os materiais de informação e propaganda, a realizar centenas e centenas de iniciativas por todo o concelho, a trabalhar sem querer nada em troca senão um futuro melhor para a sua terra.

Aqui fica uma saudação calorosa, fraterna, a todos os que deram o seu melhor nesta jornada, e a todos os que deram força, incentivo e apoio para seguirmos em frente. No voto e no resto, a confiança não é para quebrar.

Os resultados obtidos foram de 96.909 votos e 31 por cento do total da Península de Setúbal, a eleição de 322 mandatos diretos, as vitórias para as Câmaras e Assembleias Municipais de Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal – a Capital de Distrito –, assim como em 15 assembleias de freguesia, entre as quais a recuperação de Sarilhos Grandes e Azeitão. A CDU é a força mais votada em 7 dos 13 Municípios do Distrito de Setúbal.

- PUB -

Foi um resultado obtido num quadro particularmente exigente, e que teve de enfrentar, na sua construção, um conjunto de fatores adversos, mas que a mobilização e empenhamento de milhares de ativistas e candidatos ergueu, afirmando o trabalho, a honestidade e a competência enquanto reconhecidas razões para o apoio e confiança na CDU.

Assistimos hoje a uma linha de menorização da CDU, com as habituais sentenças dos habituais papagaios. Mas é indispensável uma leitura mais objetiva desses resultados. Não ocultando perdas de posições (nomeadamente no município da Moita e em nove freguesias da região), mas também não deixando de valorizar crescimentos do número de votantes, como os verificados concelhos do Seixal, Almada e Montijo e em dez freguesias.

Mais uma vez se demonstra que não há processos irreversíveis e, mesmo em contextos adversos, é possível reforçar a votação da CDU.

- PUB -

É indesmentível que houve fatores que, tendo expressões distintas num ou noutro local, marcaram este processo eleitoral, e que foi preciso enfrentar.

Desde logo, o peso da epidemia e dos condicionamentos no plano da participação, proximidade e envolvimento populares, elementos estruturantes de afirmação e dimensão democrática da gestão da CDU, dos seus projetos e iniciativas de âmbito cultural e desportivo, de relação com diversas expressões da comunidade local.

Entretanto, vimos a instrumentalização de meios do aparelho de Estado ao serviço do partido do Governo.

Por outro lado, alguns podem esquecer ou ignorar a campanha constante, sistemática, que vem de longe, mas que se intensificou de forma evidente: tudo valeu para enlamear a seriedade dos eleitos da CDU, para reduzir a diversidade e a qualidade da participação na CDU a rótulos e caricaturas.

Tudo fizeram para deturpar a natureza e os objetivos destas eleições, esbatendo o seu carácter local e a distinção nesse plano entre os vários programas e projetos em disputa. Era como se as populações fossem peças de xadrez num jogo político nacional, ou figurantes de um filme cujo guião se escrevia em redações ou gabinetes. A CDU nunca funcionou assim.

Naturalmente, houve diversos fatores locais específicos de cada freguesia e concelho, para um resultado que implica ter presente que a natureza plural e colegial do Poder Local atribui a cada mandato um valor próprio de intervenção, seja para intervir na construção de soluções e propostas, seja para dar voz aos interesses das populações, seja para garantir rigor e transparência no funcionamento das autarquias.

A CDU na região de Setúbal continua a ser a grande força de Esquerda no Poder Local Democrático. As populações podem estar certas de que o apoio recolhido nestas eleições, expresso nos 322 mandatos diretos obtidos pela CDU nos órgãos municipais e de freguesia (a que se juntarão dezenas de outros a serem eleitos na constituição das juntas de freguesia), será integralmente posto ao serviço das populações através de uma decidida intervenção.

Cá estaremos para a luta que continua. Cá estaremos para prosseguir a intervenção por melhores condições de vida, para defender direitos e assegurar uma política alternativa que responda aos problemas dos trabalhadores e do País.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Tribunal reconhece direito de retenção de casas a famílias de Azeitão após falência de cooperativa

Decisão reconhece que famílias têm os seus créditos "garantidos" e "reconhecidos" pelos montantes que já pagaram, e que, como “consumidores” e por "tradição", têm...

Caso de gripe das aves detectado em Palmela

A DGAV lembrou que não existem evidências de que a gripe aviária seja transmitida para os humanos através do consumo de alimentos, como carne de aves de capoeira ou ovos

Novas máquinas permitem emitir ou carregar cartão Navegante em apenas “um minuto”

Para já, encontra-se disponível um equipamento em cada um dos nove concelhos do Distrito que integram a AML   Os passes de transportes públicos Navegante podem...
- PUB -