24 Maio 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioOpiniãoAlmada: a um Metro do futuro

Almada: a um Metro do futuro

Na semana passada Inês de Medeiros apresentou formalmente a sua recandidatura à Câmara Municipal de Almada. No seu discurso de apresentação, e entre as várias prioridades lançadas para os próximos quatro anos, a Presidente elegeu a aposta num plano integrado de mobilidade e acessibilidade como instrumento para uma melhor qualidade de vida no concelho. Este plano propõe um concelho aberto a novas formas de mobilidade e assenta em vários eixos, como a aposta em condições ímpares para a circulação pedonal, a promoção de redes cicláveis, a eliminação de barreiras arquitetónicas e, num dos eixos que mais se destaca, a criação de um corredor verde ao longo do IC20 e a extensão do Metro Sul do Tejo até à Costa de Caparica, aumentando a centralidade deste meio de transporte na política de mobilidade de Almada.

- PUB -

Presente na cerimónia esteve também o Secretário-geral do Partido Socialista, António Costa, que confirmou a pretensão. A expansão do Metro Sul do Tejo à Costa da Caparica vai mesmo ser uma realidade e, por isso, estará inscrita no novo quadro comunitário de apoio, o Portugal 2030, beneficiando assim de fundos comunitários.

Esta é uma excelente notícia para o concelho de Almada, e para toda a península de Setúbal, porque este investimento é fundamental para o alavancar das condições de vida e mobilidade de centenas de milhar de cidadãos que vivem nesta região, principalmente no contexto atual em que a valorização do território se faz também pela existência de meios de mobilidade sustentáveis e pela descarbonização dos transportes. E é a demonstração de que o diálogo e a capacidade de negociação com o poder central são fundamentais. O Partido Socialista, a Presidente de Câmara Inês de Medeiros e a sua equipa têm afirmado um verdadeiro modelo de gestão autárquica moderno e cosmopolita, não se aquartelando, como acontecia no passado, em estratégias gratuitas de confronto com a administração central, optando por exercer as suas responsabilidades quando o que está em causa é servir o interesse público.

Mas além de ser uma excelente novidade para toda a península de Setúbal, a notícia da expansão do Metro Sul do Tejo à Costa da Caparica é também uma imagem que muito ilustra o momento decisivo que constituem as eleições autárquicas do próximo dia 26 de setembro em todos os concelhos do distrito de Setúbal. Nestas eleições estarão em confronto duas visões distintas do exercício do poder local: a lógica do permanente confronto com o poder central ou a capacidade de negociação e colaboração com o Governo; o uso do poder local democrático para legitimação de plataformas reivindicativas ou o uso desse poder para executar uma atitude focada na resolução ativa dos problemas e na construção de um melhor futuro para todos.

- PUB -

A escolha é evidente: só com o reforço do Partido Socialista nas próximas eleições autárquicas será possível continuar a recuperar um horizonte de esperança e desenvolvimento para o distrito de Setúbal.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -