24 Maio 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioOpiniãoÉpoca de Incêndios

Época de Incêndios

Ao longo dos anos, o Verão é denominado de época de incêndios, numa saga que se repete ano após ano sem que o país consiga dar uma resposta eficaz a este flagelo que cansa os soldados da paz, continua a dizimar a floresta, tira a vida a largas centenas de animais, causa sofrimento a familiares de bombeiros que perdem a vida, mancham de negro a paisagem do país, quando aqueles que na maioria das vezes dão o seu melhor, não são devidamente valorizados.

- PUB -

Quais quer que sejam os motivos sem nexo, pelos quais os criminosos todos os anos lançam fogo ao país, deveriam pensar que contribuem para destruir um património que é de todos nós, ficando nós com a sensação de que a denominação de época de incêndios, é a altura em que deixa de o ser, se não houver incêndios, o que poderá ser motivação para os incendiários, que não medem as consequências dos seus actos.

A mão leve da justiça portuguesa na condenação implacável dos criminosos, permite a continuidade do crime, em que desconhecemos as verdadeiras motivações dos mesmos, mas também acaba por ser uma oportunidade de negócios para os meios aéreos, o que nos deveria fazer pensar sobre a designação da época de fogos, bem como na ocorrência de tantos fogos.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -