17 Abril 2021, Sábado
- PUB -
Início Opinião Centenário do Partido Comunista Português

Centenário do Partido Comunista Português

Comemoramos os 100 anos do Partido Comunista Português. Criado a 6 de março de 1921, o PCP nasceu da vontade dos trabalhadores, tendo estado sempre ao seu lado na luta contra a exploração, pela liberdade, pela democracia, por uma sociedade justa sem exploradores nem explorados.

- PUB -

Nestes 100 anos não há nenhuma transformação social, avanços ou conquistas dos trabalhadores que não esteja direta ou indiretamente associada à ação, luta e intervenção do PCP. O PCP teve um papel insubstituível e determinante na luta contra a ditadura fascista, a opressão e a repressão; na Revolução de Abril; na consagração dos direitos, liberdades e garantias na Constituição da República Portuguesa e na reposição de direitos e rendimentos e na luta pela rutura com a política de direita, por uma política alternativa, patriótica e de esquerda.

Hoje vivemos tempos de enorme complexidade – aí estão a agudização da luta de classes, o aumento da exploração dos trabalhadores, o aprofundamento da crise estrutural do capitalismo. Tempos em que grandes perigos de retrocesso civilizacional coexistem com grandes potencialidades.

Perante a exploração, as desigualdades, as injustiças e o comprometimento da soberania e da independência nacionais, o que é preciso é a rutura com este caminho e a concretização de uma política patriótica e de esquerda, como o PCP propõe.

- PUB -

O PCP defende a libertação do País da submissão ao euro e das imposições e condicionalismos da União Europeia; a renegociação da dívida pública; a valorização do trabalho e dos trabalhadores; a defesa e promoção da produção nacional e dos setores produtivos; o controlo público da banca e a recuperação para o setor público dos setores estratégicos da economia; a garantia de serviços públicos com qualidade e o acesso às funções sociais do Estado; a defesa de uma política de justiça fiscal que alivie a tributação sobre os rendimentos dos trabalhadores, combata os paraísos fiscais e rompa com o favorecimento do grande capital; a defesa do regime democrático e o cumprimento da Constituição da República Portuguesa e o aprofundamento dos direitos, liberdades e garantias.

O PCP é portador de um projeto de democracia avançada – democracia política, económica, social e cultural – em que os valores e os ideais de Abril são parte integrante, assente num regime de liberdade onde o povo decide do seu destino e um Estado democrático, representativo e participativo; numa economia mista, liberta do domínio dos monopólios, ao serviço do povo e do País; na garantia da melhoria das condições de vida dos trabalhadores e do povo; no acesso generalizado à livre criação e fruição culturais; e a defesa da independência e soberania do País e uma política de paz, amizade e cooperação com todos os povos

Apesar dos desgastados argumentos da direta retrógrada e reacionária, o projeto e ideal comunistas não são do passado. São ideais libertadores e emancipadores, de progresso e desenvolvimento. O PCP honra o seu passado e é o Partido que apresenta um projeto de futuro, que intervêm e luta como mais nenhum outro, pela construção de uma sociedade nova sem exploração, onde sejam assegurados a todos o direito ao trabalho, à saúde, à educação, à habitação, à proteção social e à reforma, e onde sejam banidas todas as desigualdades, injustiças, discriminações e flagelos sociais, a sociedade socialista. Valores e Ideais de enorme atualidade.

Paula Santos
Deputada do PCP
- PUB -

Mais populares

Mercadona confirma supermercado no Montijo igual ao de Setúbal

Marca vai investir milhões de euros nos dois concelhos. Futuras superfícies comerciais vão ter 1 900 metros quadrados de área de venda   A expansão da...

“Vitória já garantiu uma subida de divisão contra todos os arautos da desgraça”

Depois de assegurar a Liga 3, Vitória aponta ao 1.º lugar no ‘play-off’ para subir à II Liga

Mulher degolou idoso em bairro de lata no Seixal e queixou-se de violação

Sem-abrigo está a ser julgada pelo homícidio do homem de 68 anos, depois deste ter sido encontrado morto em Santa Marta do Pinhal   Tânia Rodrigues,...
- PUB -