29 Junho 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioOpiniãoUma casa nova, por cá

Uma casa nova, por cá

Mar, serra, cultura, gastronomia e conhecimento.

- PUB -

Estes podem muito bem ser aspectos decisivos para alguém preferir ser Setubalense, e hoje, mais que nunca, há argumentos a favor desta terra.

Em plena pandemia vimos hábitos alterarem-se. Há cuidados para circular dentro do Mercado do Livramento, para visitar os restaurantes locais, e claro, para visitar as casas dos nossos amigos e clientes.

Esta alteração, apesar de surgir por uma causa negativa, apresenta também impactos positivos. Hoje damos maior importância à nossa saúde, aos laços da nossa família e à qualidade dos espaços que habitamos.

- PUB -

Quando antes víamos estrangeiros apaixonarem-se pela cidade, notamos que hoje são os locais que redescobrem o seu amor por Setúbal. Procuram casas que respondam à necessidade das famílias em crescimento, mas que tenham também as características ideais.

É notável a procura por espaços exteriores, sejam varandas, terraços ou jardins, por casas com mais luz natural, e inclusive até a decoração mudou para permitir usos mais versáteis como o de um escritório móvel ou um espaço de brincadeira para os miúdos.

Financeiramente, Setúbal é também apelativa por ter um dos melhores rácios de avaliação bancária face ao valor de compra, o que significa que comprar uma casa requer menos capitais próprios que noutros locais do país.

- PUB -

Há aspectos por melhorar? Com certeza que os há. Habitações acessíveis, reduzida oferta para arrendamento, apoio às populações desfavorecidas, entre outros.

No entanto, escolho focar-me no bom que temos. A nossa cultura, a excelente gastronomia e o conhecimento são factores que merecem destaque, e que devemos apoiar. Para mim, isto passa por ajudar os Setubalenses a redescobrir Setúbal, encontrando-lhes a casa certa por cá e divulgando o que de melhor se faz.

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

Revolta no velório de Jéssica obriga à presença de bombeiros e polícia

Avó paterna e alguns populares revoltam-se com mãe da criança durante a cerimónia fúnebre
- PUB -