18 Agosto 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioOpiniãoNovos Desafios

Novos Desafios

Nos próximos meses é provável que o mercado em Portugal no que diz respeito ao sector marítimo nacional venha a sofrer alterações significativas, por força do recente alargamento do Canal do Panamá, concluído e inaugurado a 26 de Junho do corrente ano.

- PUB -

Quando Portugal tem uma posição estratégica privilegiada em relação aos demais países europeus, o alargamento daquela estrutura no continente sul-americano, pode representar uma oportunidade única para o nosso país, uma vez que Portugal dispõe de excelentes estruturas marítimas que nos ligam ao mundo, havendo a necessidade de se dotar o país com uma resposta eficaz, ao nível das ligações ferroviárias que se afiguram cada vez mais como uma prioridade.

O maior afluxo de navios aos portos portugueses, com Sines a receber mais de três navios porta contentores por dia, são razão mais do que suficiente para se perceber que é muito maior o benefício do que o custo com a modernização das ligações ferroviárias aos nossos portos, tendo em conta que a dimensão dos navios a demandar os portos, principalmente o Porto de Sines, potenciam o transporte de maior quantidade de mercadoria cujo escoamento é preciso agilizar sob pena de Portugal perder competitividade sem uma resposta adequada aos novos desafios.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Mulher morre em colisão entre dois veículos em Grândola

Uma colisão frontal entre dois veículos ligeiros na Estrada Nacional 261, no cruzamento do Carvalhal, provocou, esta tarde, um morto e dois feridos graves.

Acidente de viação no Montijo provoca três mortos

Colisão frontal provocou a morte de dois homens, de 26 e 32 anos, e de uma mulher, de 24 anos
- PUB -