23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Paula Santos: “É necessário romper com a política de direita”

Paula Santos: “É necessário romper com a política de direita”

Paula Santos: “É necessário romper com a política de direita”

Cabeça-de-lista pela CDU no distrito apresentou-se com conjunto de proposta para a região, como alargamento do Metro Sul do Tejo ou a construção da terceira travessia e do IC33 em Sines

 

A cabeça-de-lista da CDU às eleições legislativas marcadas para 10 de Março, Paula Santos, apresentou-se publicamente esta noite passada com uma declaração em que defendeu a necessidade de uma política de esquerda e elencou “soluções concretas” para o distrito de Setúbal.

- PUB -

Paula Santos, que é líder parlamentar do PCP e que foi anunciada esta semana, pelo partido, como número um da lista por Setúbal diz que as próximas legislativas são “uma oportunidade” para uma nova política e assegura que a CDU parte para essa “batalha” com confiança.

A candidata afirma que “a actual situação do País, o agravamento das condições de vida, o aumento de preços de bens e serviços essenciais, a degradação de serviços públicos, em especial na saúde, o aumento de preços na habitação, demonstram que é necessário romper com a política de direita, protagonizada por PS, ou por PSD, CDS, IL e CH” e que “é necessária uma política alternativa para valorizar salários e pensões, investir no SNS e na Escola Pública, garantir o direito à habitação, combater as injustiças e as desigualdades”.

Sobre medidas especificas, Paula Santos elenca um conjunto de “soluções concretas para dar resposta aos problemas sentidos no distrito de Setúbal”, designadamente “a valorização das carreiras e remunerações para fixar profissionais de saúde e para assegurar professores para todos os estudantes”.

- PUB -

“Alargar a oferta de transporte público, fluvial, ferroviário e rodoviário, a redução do passe social para 20 euros, assim como o resgate da concessão e a integração no passe social do transporte fluvial entre Setúbal e Tróia. E os investimentos necessários para a construção do Hospital no Seixal, a ligação do Alqueva à Barragem de Campilhas, a requalificação de vias rodoviárias como o IC1 entre Palma e Alcácer do Sal, a construção do IC 33 entre Sines e Évora, o alargamento da rede do Metro Sul do Tejo, a construção da Ponte entre o Barreiro e o Seixal, a construção da terceira travessia do Tejo.”, são outras “soluções” referidas pela deputada recandidata.

A cabeça-de-lista comunista acrescenta que se trata de “investimentos fundamentais para a melhoria da qualidade de vida populações e que o PS recusou com o seu voto contra”.

Na apresentação, que decorreu na Biblioteca Municipal de Setúbal, Paula Santos disse ainda que “o que marca a diferença” nestas eleições é a CDU ter mais votos e mais deputados.

- PUB -

“A CDU é a força de confiança, que não trai. A CDU é a força que dá garantia para avanços e conquistas, para a concretização da política alternativa, na defesa dos interesses dos trabalhadores e das populações.”, concluiu.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -