23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Cantor Ruben Aguiar condenado a prisão efetiva por atropelamento em Alcochete

Cantor Ruben Aguiar condenado a prisão efetiva por atropelamento em Alcochete

Cantor Ruben Aguiar condenado a prisão efetiva por atropelamento em Alcochete

Artista foi detido em Maio do ano passado quando se preparava para viajar para o Canadá para um espectáculo

 

O Tribunal de Almada condenou, na sexta-feira, a cinco anos e seis meses de prisão o cantor popular madeirense Ruben Aguiar por um atropelamento e fuga em Alcochete.

- PUB -

O cantor conhecido pela popular “Música do Gago” estava acusado de homicídio qualificado tentado, mas o tribunal considerou estar em causa um crime de ofensas à integridade física grave e qualificada, com moldura pena inferior. Ainda assim o arguido foi condenado a uma pena superior a cinco anos, sem possibilidade de suspensão.

O crime aconteceu a 18 de Abril num posto de combustível na A33 em Alcochete. Em tribunal ficou provado que o arguido, na sequência de uma discussão com a vítima, que não conhecia, atropelou-o.

Com o impacto, a vítima caiu ao chão, tendo o arguido mantido a marcha do veículo e passado com o carro por cima do corpo. De seguida, abandonou o local sem providenciar por ajuda.

- PUB -

A gravidade do atropelamento levou a Polícia Judiciária de Setúbal a investigar o caso e o cantor viria a ser detido pela em Maio quando se preparava para viajar para o Canadá para um espectáculo. A vítima ficou internada cerca de um mês no hospital e ainda não teve alta médica definitiva.

O cantor popular ficou em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional do Montijo e, dois meses depois, viu o tribunal alterar as medidas de coacção para prisão domiciliária, medida de coração que se vai manter até que o processo transite em julgado. O crime ocorreu a 18 de Abril de 2023

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -