27 Janeiro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroMunicípio barreirense entrega prémios a vencedores do vigésimo Concurso de Montras de...

Município barreirense entrega prémios a vencedores do vigésimo Concurso de Montras de Natal

Evento reuniu total de 46 participantes, com 62 vitrinas alusivas à quadra

- PUB -

 

A Câmara do Barreiro procedeu esta terça-feira à entrega dos prémios do XX Concurso Montras de Natal, que contou com a participação de 46 estabelecimentos da área do comércio e serviços, numa cerimónia que decorreu na sala de sessões dos Paços do Concelho e que contou com as presenças do presidente da autarquia, Frederico Rosa, e da vereadora Maria João Regalo, responsável pelo Gabinete de Inovação, Desenvolvimento Económico e Turismo.

O júri da iniciativa, constituído por três elementos designados pela autarquia, avaliou um total de 62 montras alusivas à quadra natalícia, tendo o autarca barreirense agradecido a participação de todos no evento que caracteriza esta época do ano, sublinhado “a disponibilidade e a vontade” dos participantes em aderirem ao concurso.

- PUB -

Na edição deste ano, a loja “Belinha Cabeleireiros”, situada na Rua Henriqueta Gomes Araújo, no Barreiro, conquistou o 1.º prémio, seguindo-se, na segunda posição, o estabelecimento comercial “Faty Lopes – Florista e Decoração”, na Rua Carvalho Araújo, no Lavradio. Já o terceiro prémio foi entregue à loja “Rosa Canela”, situada na Rua Dr. Manuel Pacheco Nobre, na freguesia do Alto do Seixalinho. O município decidiu atribuir um valor monetário aos vencedores do concurso, tendo sido igualmente distinguidas duas montras com o prémio Menção Honrosa: “Sucesso em Comum”, na categoria de originalidade/criatividade, e a “Tricots Brancal”, que arrecadou a distinção relativa à categoria de cores, formas e materiais, ambas instaladas na Rua Eça de Queirós, no centro da cidade.

Em declarações a O SETUBALENSE, o presidente da edilidade fez “um balanço muito positivo” da iniciativa, na medida em que quem aderiu “participa de coração” no concurso. “O que desejamos agora é regressar às actividades normais e já sem pandemia, com outro fôlego”, tendo ficado “muito satisfeito com o número de participantes, porque pensava que neste contexto o número pudesse ter sido inferior”.

As decorações de Natal, frisou, muitas vezes “envolvem um investimento extra” e “temos empresários que todos os anos renovam as suas montras, comprando novas coisas e sabemos que este não é o momento do comércio local fazer grandes investimentos em algo que é passageiro”, disse.

Comentários

- PUB -

Mais populares

D. José Ornelas deixa de ser Bispo de Setúbal

O SETUBALENSE sabe que o Prelado vai substituir D. António Marto na Diocese de Leiria-Fátima

Autocarro consumido pelas chamas no centro de Setúbal [corrigida]

Viatura dos TST circulava perto do Comando da PSP. Passageiros e motorista saíram ilesos

Moradores do condomínio da Quinta da Trindade queixam-se de ruído vindo de estaleiro naval

A decapagem do casco de navios está a tirar o sossego a quem reside nas proximidades do estaleiro. Empresa diz que está a mitigar incómodo
- PUB -