26 Setembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalAlmadaAmor Electro apresenta pop-rock com bilhete solidário

Amor Electro apresenta pop-rock com bilhete solidário

Banda tem actuação marcada para esta sexta-feira em Corroios

 

- PUB -

Desde que “A Máquina (acordou)” em 2011 e rebentou em todas as rádios, que nunca mais pararam.

São uma das bandas pop rock, mais bem-sucedidas da última dezena de anos em Portugal.

Ao vivo emanam uma energia contagiante onde brilham Tiago Pais Dias e a “front-woman” Mariza Liz e voltam a Corroios, para mais um concerto no Palco Carlos Paredes, integrado nas Festas locais, esta 5ª feira.

- PUB -

Logo com o primeiro álbum, “Cai o Carmo e a Trindade”, empurrado pelo sucesso do tema de estreia, conquistaram publico e critica. O álbum incluiu versões muito próprios e arrojadas de “Sete mares” dos Sétima Legião, “Foram cardos foram prosas”, de Manuel Moura Guedes e “Estrela da Tarde” de Carlos do Carmo.

Mas a par destes temas, “Rosa Sangue”, editado no ano seguinte, tornar-se-ia um clássico da banda.

Dois anos depois da estreia, sai “(R)evolução” álbum que incluía “Só é fogo se queimar” e “Mar Salgado”, temas de grande sucesso, mas também versões muito especiais de temas popularizados por Simone (“No teu poema”) e Fernando Tordo (“Adeus Tristeza”)

- PUB -

A banda, constituída por Tiago Pais Dias (guitarrista e multi-instrumentista), Ricardo Vasconcelos (teclista), Mauro Ramos (baterista) e Marisa Liz a vocalista e imagem carismática da banda, sofreria rude golpe com a morte, em 2019, do baixista Rui Rechena.

No glorioso ano de 2016 em que Portugal foi Campeão Europeu, escrevem o tema “Juntos somos mais fortes”, já um hino de sempre da banda.

Dois anos mais tarde sai “4”, álbum que contem êxitos como “Procura por mim”, “Miúda do café”, e “Vai dar confusão”.

Entre concertos, programas de televisão (Mariza continua júri de programas de talentos), os Amor Electro continuam uma das mais electrizantes bandas portuguesas.

Esse estatuto origina que sejam a banda escolhida pelas Festas de Corroios, para ser o concerto de solidariedade, com o bilhete de acesso a ter o preço de cinco euros.

Numa época em que se fala do eventual fim da banda, esta poderá ser uma das últimas – ou talvez não – oportunidades para ver ao vivo, em minha opinião, uma das melhores bandas portuguesas da actualidade: os Amor Electro.

 

Opinião Musical

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos
- PUB -