23 Setembro 2021, Quinta-feira
- PUB -
Início Local Almada Primeira edição da Volta a Portugal Feminina vai partir de Almada e...

Primeira edição da Volta a Portugal Feminina vai partir de Almada e chegar a Setúbal

Câmara de Almada aprovou 7,5 mil euros como apoio a esta competição que a presidente Inês de Medeiros, fiz que já devia existir há muito

- PUB -

 

A primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal Feminina vai começar em Almada, com partida simbólica em Cacilhas e oficial junto aos antigos estaleiros da Lisnave. Está marcada para 2 de Setembro, e vai percorrer todo o País até 5 de Setembro.

A versão feminina da Volta no seu primeiro percurso repete o que foi feito em 1927, na primeira etapa da Volta a Portugal, com os ciclistas a pedalarem entre Almada e Setúbal.

- PUB -

Com a 82.ª Volta a Portugal, já na estrada, e a terminar a primeira etapa hoje na Avenida Luísa Todi, na cidade de Setúbal, a presidente da Câmara de Almada, Inês de Medeiros aponta com alguma ironia: “Veja-se quanto tempo demorou até termos uma Volta a Portugal Feminina”.

A autarca comentava durante a reunião pública do executivo de 2 de Agosto, onde foi aprovada a verba de 7 mil e 500 euros da Câmara de Almada à primeira Volta a Portugal Feminina.

Esta verba foi incluída na proposta de celebração do contrato programa de desenvolvimento desportivo, e adveio do objectivo apresentado pela União Velocipédica Portuguesa – Federação Portuguesa de Ciclismo de reproduzir, no feminino, o primeiro trajecto da Volta a Portugal.

- PUB -

“Fico muito contente que a 1.ª etapa da Volta a Portugal Feminina seja entre Almada e Setúbal. Só não percebo o motivo desta [competição desportiva] ainda não existir”, disse ainda Inês de Medeiros que expressou ainda acreditar que “esta Volta, a partir de agora, continue a existir”. Na conta do Facebook, a Câmara de Almada escreveu que “este será o primeiro passo para um novo ciclo no ciclismo no geral e na Volta a Portugal no particular”.

História da 1.ª etapa da Volta a Portugal

Em 1927, o Diário de Notícias (DN) escrevia que os ciclistas chegaram de barco a Cacilhas para dai partirem para a 1.ª etapa da 1.ª Volta a Portugal, para pedalarem durante 20 dias.

“Após responderem à chamada, todos os participantes levaram os seus ‘bidons de folha’ com água ou… cerveja, que seguiam amarrados ao guiador da bicicleta. Cumpridas todas as formalidades burocráticas, os participantes receberam abraços dos amigos e lá foram rumo ao Cais do Sodré, com a ajuda da polícia que, a custo, conseguiu abrir caminho aos ciclistas, pois as pessoas fizeram questão de acompanhar a pé aqueles pioneiros das bicicletas, que eram aclamados durante o caminho até ao cais, onde apanhariam o barco para Cacilhas, local da partida para a primeira etapa. Na margem sul do Tejo, mais um banho de multidão…”, descrevia aquele jornal na época.

Contava ainda o DN que “a largada foi qualquer coisa de impressionante” devido à multidão que se juntou em Cacilhas para assistir àquele momento histórico. Atrás dos ciclistas e da mota do director da prova, formou-se um cortejo de automóveis.

A meta estava marcada em Setúbal, a 40,4 quilómetros de Cacilhas, e foi cortada pelo primeiro ciclista às 17h40, que era esperado por uma multidão. Quirino de Oliveira, com as cores do Campo de Ourique, foi o primeiro vencedor da Volta, tendo gasto uma hora e 24 minutos; e envergou a Camisola Amarela.

Conta-se que à noite, o Vitória de Setúbal ofereceu um banquete aos ciclistas e à comitiva da Volta, que se prolongou pela noite com vários discursos das entidades oficiais. Mas na manhã seguinte, logo às 8h00, os primeiros heróis da Volta a Portugal estavam prontos a partir para a segunda etapa, que terminou em Sines.

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Burger King abre 12.° restaurante no Distrito de Setúbal

A marca Burger King aumentou para 12 o número de restaurantes que detém no Distrito de Setúbal, com a abertura de mais uma unidade...

Líder do PAN “engolida” por aficionados da festa brava no Montijo

Várias dezenas de elementos de tertúlias e grupos de forcados locais, entre outros, não pouparam nos assobios a Inês de Sousa Real e à...

Presidente da Fertagus diz que comboio até à Gare do Oriente depende do Estado

Ana Cristina Dourado afirma que a empresa tem objectivo de prolongar o serviço que termina na zona Roma-Areeiro
- PUB -