12 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
Principal nó rodoviário do Barreiro reabriu hoje ao trânsito com nova rotunda

Principal nó rodoviário do Barreiro reabriu hoje ao trânsito com nova rotunda

Principal nó rodoviário do Barreiro reabriu hoje ao trânsito com nova rotunda

Obra está concluída em 95% e representou um investimento à volta dos 675 mil euros. Desvio provisório vai passar a definitivo

 

O acesso rodoviário ao Barreiro passa hoje a ser feito de forma mais fluída e rápida. A nova rotunda entre a Avenida do Bocage e a Rua Miguel Bombarda, no Alto do Seixalinho, naquela que é considerada uma das principais portas de entrada (e saída) do território barreirense, abriu esta manhã ao trânsito automóvel.

- PUB -

A obra “está praticamente pronta, cerca de 95% dos trabalhos estão concluídos, faltando apenas pequenos acabamentos, como pinturas, por exemplo, e já tem todas as condições de segurança para ali se poder circular”, disse ontem a O SETUBALENSE Frederico Rosa, presidente da Câmara Municipal do Barreiro.

A construção da nova rotunda, que obrigou à interdição da circulação automóvel na via nos últimos meses, era “uma aspiração muito antiga no Barreiro”. Representou “um investimento à volta dos 675 mil euros”, que englobou ainda uma intervenção ao nível das infra-estruturas no subsolo. “Além dos trabalhos naquele cruzamento, que diria que é o principal nó rodoviário do Barreiro, a empreitada também contemplou a remodelação integral das redes de água e saneamento”, vincou o edil, para reforçar de seguida a importância desta parte do investimento que é invisível. “Os colectores eram unitários, o que quer dizer que o saneamento e as águas pluviais iam todas para o mesmo sítio, e agora há separação. Esta é uma parte importante do investimento que não se vê, mas que é fundamental.”

A via vai estar aberta na totalidade. E, para já, não está nos planos da autarquia a realização de qualquer cerimónia para assinalar a conclusão da empreitada, conforme admitiu o edil. “A melhor inauguração que se pode ter é as pessoas usufruírem do investimento público, que é de todo nós”, afirmou. “Agora é tentar ver como o trânsito automóvel vai escoar. Nos primeiros dias vão haver muitos carros a passarem pelo local. Depois há a tendência para normalizar”, adiantou Frederico Rosa, que destacou a segurança como outra das vantagens associadas à intervenção realizada. “Estamos convencidos de que agora, além da fluidez de trânsito, a sinistralidade rodoviária irá reduzir drasticamente. Vamos esperar que o histórico confirme aquilo que estamos a prever.”

- PUB -

Até hoje, com a via fechada, a circulação automóvel era efectuada por um percurso alternativo que acabou por surpreender positivamente. Tanto assim, que o município decidiu mantê-lo. “O desvio de trânsito provisório, implementado para realização da obra, correu tão bem que vamos agora torná-lo definitivo”, admitiu o autarca. Mas para isso será necessário executar trabalhos no local, o que justifica também a abertura da nova rotunda ao trânsito. “Vamos ter de intervir aí [no desvio provisório para passar a definitivo] e essa é também uma razão pela qual iremos abrir amanhã [hoje] o trânsito na nova rotunda”, concluiu o edil.

Bairros Digitais Frederico Rosa no Porto para assinar acordo com a tutela

É esperada grande afluência de tráfego esta manhã à nova rotunda. Mas entre os condutores que por ali irão passar não estará o presidente da Câmara do Barreiro. Frederico Rosa não vai poder passar pelo local, pelo menos, nas primeiras horas do dia. Isto porque, logo pelas cinco da madrugada, o autarca viajou para o Porto, onde se realiza a cerimónia de assinatura dos acordos do programa “Bairros Comerciais Digitais”, entre tutela e municípios, ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência, com a presença do ministro da Economia, António Costa Silva.

“O Barreiro vai receber 1,1 milhões de euros para, no âmbito deste programa, proceder à modernização do comércio no centro da cidade, principalmente no que diz respeito à parte digital”, lembrou o autarca, ao mesmo tempo que adiantou uma alteração a um outro evento que está previsto ter lugar no Barreiro. O encontro nacional que o Ministério da Economia decidiu realizar no Auditório Municipal Augusto Cabrita foi adiado para Outubro, depois de ter estado previsto para 20 de Setembro.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -