12 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
Plenário geral interrompe hoje temporariamente ligações fluviais no Tejo

Plenário geral interrompe hoje temporariamente ligações fluviais no Tejo

Plenário geral interrompe hoje temporariamente ligações fluviais no Tejo

Trabalhadores alegam falta de respostas da Transtejo/Soflusa e do Governo às suas reivindicações   

A travessia fluvial do Tejo nas ligações de Cacilhas, Trafaria, Seixal e Montijo para Lisboa vai ser afectada, temporariamente, na tarde hoje, quinta-feira, devido a um plenário geral de trabalhadores, refere a Transtejo/Soflusa (TTSL) em aviso publicado no site da empresa.

- PUB -

O plenário geral convocado por organizações sindicais representativas dos trabalhadores da Transtejo, implica interrupção do serviço regular nos períodos das 14h20 às 17h55 entre Cacilhas e o Cais do Sodré, e no sentido inverso das 14h20 às 17h40. No sentido Trafaria – Porto Brandão para Belém, a paragem é das 13h00 às 18h00 e da margem norte para a margem sul entre as 13h30 e as 18h30.

Na ligação do Seixal para Lisboa o serviço é interrompido das 14h00 às 17h50, e a partir do Cais do Sodré entre as 13h00 e as 17h55. No caso das partidas do Montijo para o Cais do Sodré a interrupção é entre as 13h30 e as 18h00, e no sentido inverso das 14h00 às 18h00.

Segundo a Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações, o plenário de trabalhadores tem por objectivo decidir sobre a falta de respostas da administração da TTSL e do Governo às suas reivindicações

- PUB -

Durante a interrupção prevista do serviço regular, os terminais e estações vão estar encerrados, devendo os passageiros consultar previamente os horários das ligações fluviais nos pontos de embarque ou no site da empresa.

Entretanto, a TTSL adjudicou à CME – Construção e Manutenção Eletromecânica / Sociedade de Empreitadas e Trabalhos Hidráulicos a empreitada de concepção, construção, fornecimento das estações de carregamento da nova frota eléctrica, pelo valor de 14.446.956,73 euros.

Este fornecimento visa “dotar os terminais fluviais do Cais do Sodré, Cacilhas, Seixal e Montijo de estações de carregamento de energia de terra para a nova frota de navios eléctricos da Transtejo”, refere Margarida Perez Perdigão, secretária-geral da TTSL.

- PUB -

Um projecto considerado pela empresa como “importante no âmbito do ‘Plano de Renovação da Frota da Transtejo’, que, [além da a aquisição e construção dos postos de carregamento e respectiva manutenção] inclui a aquisição de dez novos navios eléctricos, que permitirá à Transtejo transformar a operação numa referência do serviço público de transporte de passageiros e contribuir para uma descarbonização efectiva da actividade fluvial”, acrescenta.

 

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -