24 Fevereiro 2024, Sábado
- PUB -
InícioEconomiaRanking Maiores Empresas | Produtora de papel ameaça liderança de fábrica de...

Ranking Maiores Empresas | Produtora de papel ameaça liderança de fábrica de automóveis na facturação

The Navigator Company está agora a pouco mais de 142 milhões de euros de distância da Autoeuropa no volume de negócios

 

- PUB -

A Volkswagen Autoeuropa continua a ser a empresa do Distrito de Setúbal que apresenta maior volume de negócios, mas nunca esteve tão perto de ser ultrapassada pela The Navigator Company. Neste indicador económico, o pódio mantém-se inalterado na região, com a Infraestruturas de Portugal a ocupar a 3.ª posição. E no top 10 apenas se registam duas alterações, protagonizadas por empresas do grupo Navigator.

De acordo com o Ranking das 2 000 Maiores Empresas do Distrito de Setúbal referente a 2022 e elaborado pela consultora Iberinform Portugal, a fábrica de automóveis instalada em Palmela facturou 3,6 mil milhões de euros, o que representou um crescimento de 18,07% (mais 562 milhões de euros) em relação ao volume de negócios alcançado em 2021. E os resultados líquidos na ordem dos 46,6 milhões de euros, que traduzem um crescimento de 7,57%, vieram inverter a tendência de quebra (de 8,36%) que a Autoeuropa sentiu neste indicador um ano antes.

Porém, a liderança da fábrica de Palmela no volume de negócios nunca esteve tão ameaçada como agora. A Navigator Company – “eterna” segunda maior empresa do distrito – encurtou consideravelmente distâncias para a empresa do grupo da marca alemã Volkswagen no último ano. A produtora de papel que mora em Setúbal atingiu pela primeira vez (e superou) a casa dos 3 mil milhões de euros: passou de uma facturação de 2,3 mil milhões para 3,5 mil milhões (menos 142,8 milhões do que a Autoeuropa), o equivalente a uma variação positiva de 49,19%. E os resultados líquidos, na ordem dos 392,5 milhões de euros – reflexo de um crescimento de 129% –, consolidam, neste indicador, a Navigator Company numa posição ímpar (nenhuma outra empresa do distrito chega sequer à centena de milhões de euros em lucros).

- PUB -

Com um volume de negócios de 1,1 mil milhões de euros – +6,13% face a 2021 –, a Infraestruturas de Portugal, sediada em Almada e responsável pela gestão das redes rodoviária e ferroviária, fecha o pódio. Os resultados líquidos registaram um crescimento de 253,1% ao atingirem os 47,7 milhões de euros (um ano antes a empresa tinha recuperado resultados positivos, crescendo então 124,08% neste indicador).

Resultados líquidos negativos x 3

A principal alteração no top 10 do ranking foi protagonizada pela Navigator Paper Setúbal, que galgou do 6.º para o 4.º lugar com uma facturação de 832 milhões de euros, alicerçada naquele que foi o maior crescimento observado no volume de negócios neste grupo (58,59%). A produtora de papel e cartão também foi, no lote das 10 primeiras, a empresa com maior variação positiva (404,05%) nos resultados líquidos apresentados: cerca de 95,4 milhões de euros.

- PUB -

No 5.º posto surge a Repsol Polímeros. A responsável pelo fabrico de matérias plásticas sob formas primárias facturou 814,3 milhões de euros (+0,70%) e caiu uma posição na tabela. Foi uma das três empresas do top 10 a apresentar resultados líquidos negativos: -19,7 milhões de euros, o equivalente a uma variação negativa de 131,60%.

Com 656,5 milhões de euros facturados (+8,61%), a Midsid – que também perdeu um lugar no ranking – ocupa o 6.º posto. Instalada em Alcochete, a empresa ligada ao comércio de tabaco registou 4 milhões de euros nos resultados líquidos.

Logo a seguir vem a Indorama Ventures Portugal que, em Sines, opera no sector dos produtos químicos. O volume de negócios atingiu os 615,2 milhões de euros (+34,94%) e os resultados líquidos situaram-se nos 19,1 milhões (+28,87%).

O 8. lugar é ocupado pela cadeia de supermercados Aldi, instalada na Moita, que conseguiu um encaixe de 464,9 milhões de euros (+16,67%), mas com resultados líquidos negativos de 19,1 milhões (uma queda de 356,68% neste indicador).

A Navigator Pulp Setúbal trocou de posição com a Lusosider Aços Planos (siderúrgica sediada no Seixal) e ascendeu ao 9.º lugar, com uma facturação de 448,2 milhões de euros (+51,59%) e resultados líquidos de 58,1 milhões (+113,31%). Já a Lusosider caiu 2,09% no volume de negócios, que se ficou pelos 327,7 milhões de euros. A empresa que fecha o top 10 registou resultados líquidos negativos na ordem dos 56,8 milhões de euros (uma variação negativa de 342,38%).

As duas mil empresas do distrito com maior volume de negócios facturaram, em 2022, um total de cerca de 24,8 mil milhões de euros.

Negócios Secil bate à porta do top 10

A bater à porta do top 10 está a Secil Companhia Geral de Cal e Cimento. Com um volume de negócios de 257,7 milhões de euros – o que representou um crescimento de 16,73% neste indicador em relação a 2021 –, a empresa sediada em Setúbal ocupa o 12.º lugar do ranking. Surge atrás da Benteler, empresa dedicada ao fabrico de acessórios para automóveis em Palmela, que facturou 320,4 milhões de euros.

A diferença no volume de negócios entre ambas situa-se em pouco mais de 62 milhões de euros, porém a Benteler está longe de apresentar resultados líquidos tão expressivos como a Secil. Neste último indicador, a fábrica de componentes para automóveis registou 2,2 milhões de euros (+25,33%), ao passo que a produtora de cimento apurou 16,4 milhões (não obstante ter sofrido uma quebra de 75,16% em relação a 2021).

- PUB -

Mais populares

Menino de sete anos morre após ser baleado em Setúbal

Neto e avó foram atingidos a tiro de caçadeira no Bairro da Bela Vista. Disparo veio de carro em andamento. Alvo seria o pai da criança

Criança baleada em Setúbal hospitalizada em estado crítico [actualizada]

Menino de 7 anos e avó foram atingidos por um tiro de caçadeira disparado de um carro em movimento

Imagens mostram momentos após menino e avó serem baleados no Bairro da Bela Vista (vídeo)

Homem é visto a empunhar uma caçadeira correndo em várias direcções até que entra numa viatura que sai depois do local
- PUB -