24 Fevereiro 2024, Sábado
- PUB -
InícioRegionalSetúbal em 7.º lugar dos distritos com mais PME LÍDER

Setúbal em 7.º lugar dos distritos com mais PME LÍDER

Região tem o valor de 4% do total nacional de entidades reconhecidas, graças ao contributo de 433 empresas

 

- PUB -

Setúbal é o 7.º distrito do País que tem mais Pequenas e Médias Empresas distinguidas, a nível nacional e em vários sectores, com o selo de mérito por desempenhos superiores. A região acumula o total de 433 empresas premiadas com o Estatuto PME Líder 2022, prémio atribuído pela Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI) “em parceria com o Turismo de Portugal – no caso das empresas do sector do turismo -, um conjunto de bancos parceiros e as Sociedades de Garantia Mútua, tendo por base as melhores notações de rating e indicadores económico-financeiros”, como explica o site oficial.

Significa isto que das 10 239 empresas distinguidas em todo o território, 4% têm sede no distrito. Nos lugares da frente ficaram os distritos do Porto (1.º lugar – 19%), Lisboa (2.º lugar – 18%), Braga (3.º lugar – 11%), Aveiro (4.º lugar – 10%), Leiria (5.º lugar – 8%) e Faro (6.º lugar – 5%).

Em 2020, último ano em que o estudo foi realizado – tendo sofrido um interregno por causa da pandemia –, os números eram mais favoráveis para a região. Em competição estavam 9 955 empresas nacionais (número que, entretanto, aumentou) mas as empresas do distrito sadino identificadas com estatuto de excelência representavam 4,5% do total, valor que em 2022 diminuiu 0,5%.

- PUB -

O Seixal é o concelho com maior número de empresas premiadas (84). Seguem-se Setúbal (72), Almada (62), Palmela (58), Montijo (33), Barreiro (28), Moita (26), Sesimbra (20), Santiago do Cacém (15), Alcochete (12), Grândola (9), Sines (8) e Alcácer do Sal (6).

Sobre os sectores de actuação das mais de quatro centenas de empresas destacam-se o comércio, a indústria e a construção e imobiliário como os três com maior percentagem de actividade.

Em termos numéricos isto significa que o comércio tem um total de 39,95% (30,95% nas pequenas, 4,62% nas micro empresas e 4,39% nas médias empresas), a indústria com 14,55% (9,24% nas pequenas empresas, 0,69% nas micro e 4,62% nas médias empresas), a construção e imobiliário com 15,24% (12,70% nas pequenas empresas e 2,54% nas médias empresas), o turismo com 11,32% (9,24 para as pequenas empresas e 1,62% para as médias empresas), serviços com 13,63% (8,31% para as pequenas empresas e 4,39% para as médias), transportes a 3,46% (2,54% nas pequenas e 0,92% nas médias empresas), e o último indicador, agricultura e pescas com 1,85% (1,15% para as pequenas, 0,23% para as micro e 0,46% para as médias empresas).

- PUB -

Fica assim patente que o sector da agricultura e pescas é o que menos tem representatividade perante as empresas premiadas.

188 empresas distinguidas com excelência

Outra das atribuições da IAPMEI é o selo de PME de Excelência que, segundo a agência, é um “selo de reputação que permite às empresas relacionarem-se com a sua envolvente – fornecedores, clientes, sistema financeiro e autoridades nacionais e regionais – numa base de confiança facilitadora do desenvolvimento dos seus negócios”.

No distrito de Setúbal existe um total de 188 empresas premiadas, com destaque, mais uma vez, para o Seixal onde estão sediadas 36 dessas entidades. Seguem-se Palmela (32), Setúbal (28), Almada (27), Barreiro (13), Sesimbra (13), Montijo (11), Moita (9), Alcochete (5), Santiago do Cacém (4), Sines (4), Alcácer do Sal (3), e Grândola (3).

Neste indicador o cenário dos sectores de actividade sofre algumas alterações, face aos valores registados nas PMEs Líder.

O destaque mantém-se no comércio com 30,32% de dimensão (30,32% nas pequenas, 3,72% nas micro e 2,13% nas médias empresas), a indústria conta com 13,83% (9,04% nas pequenas,0,53% nas micro e 4,26% nas médias empresas), a construção e imobiliário detém 18,62% (16,49% nas pequenas, e 2,13% nas médias empresas), os serviços a 15,96% (11,17% nas pequenas, 1,06% nas micro e 3,72% nas médias empresas), o turismo com apenas 9,57% (7,45% nas pequenas, 0,53% nas micro e 1,60% nas médias empresas), já os transportes somam 2,13%, apenas nas pequenas empresas, por fim, a agricultura e pescas com o menor valor de 3,72% (2,66% nas pequenas e 3,72% nas micro empresas).

Aqui, o volume de negócios aumentou 0,53%, mas as exportações, contrariamente, diminuíram -7,09%.

AUMENTO | Volume de negócios e exportações cresceram

As empresas com sede no distrito, em competição para as PME Líder, registaram um aumento substancial no volume de negócios e exportações, mas não em todos os concelhos. Os dados, apresentados no gráfico disponibilizado pela IAPMEI, revelam que este primeiro indicador teve um crescimento de 16,98%, enquanto as exportações registaram um aumento ainda maior, na casa dos 32,13%.

A nível concelhio todos aumentaram a variação de exportações, à excepção de Setúbal, que teve um decréscimo de 8,92% no volume, Alcochete (-7,34%), Grândola (-14,88%) e Alcácer do Sal (-85,9%).

- PUB -

Mais populares

Menino de sete anos morre após ser baleado em Setúbal

Neto e avó foram atingidos a tiro de caçadeira no Bairro da Bela Vista. Disparo veio de carro em andamento. Alvo seria o pai da criança

Criança baleada em Setúbal hospitalizada em estado crítico [actualizada]

Menino de 7 anos e avó foram atingidos por um tiro de caçadeira disparado de um carro em movimento

Imagens mostram momentos após menino e avó serem baleados no Bairro da Bela Vista (vídeo)

Homem é visto a empunhar uma caçadeira correndo em várias direcções até que entra numa viatura que sai depois do local
- PUB -