9 Fevereiro 2023, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaMinistra visita área ardida de Palmela e aponta caminho para apoios às...

Ministra visita área ardida de Palmela e aponta caminho para apoios às vítimas

Município fez ponto de situação a Ana Abrunhosa em reunião realizada no Castelo de Palmela

 

- PUB -

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, esteve ontem em Palmela para constatar no terreno o trabalho de recuperação que tem estado a ser realizado na sequência do incêndio que devastou, em 13 de Julho passado, 415 hectares do território. E apontou o caminho que o município deve seguir para conseguir apoios para aqueles que sofreram prejuízos materiais.

“A ministra considerou o trabalho já levado a efeito em Palmela, e a forma participada e transparente como tem sido desenvolvido, como uma referência nacional, e deixou pistas para a fase seguinte, em particular, uma janela de oportunidade para o apoio directo a munícipes que viram a sua casa de primeira habitação destruída pelo fogo, estando o município já a diligenciar nesse sentido”, revelou a autarquia, em nota de Imprensa.

Ana Abrunhosa, que na visita contou com a companhia da presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo, Teresa Almeida, foi informada com detalhe sobre as consequências do fogo e o trabalho que a Câmara Municipal tem vindo a desenvolver nesse âmbito, numa reunião que teve lugar no Castelo de Palmela, adiantou a edilidade.

- PUB -

“O município apresentou um balanço dos impactos do sinistro, que abrangeu 415 hectares (69% dos quais no Parque Natural da Arrábida), e o conjunto de medidas tomadas, desde o acompanhamento permanente das pessoas e empresas afectadas às acções de reflorestação e reabilitação ambiental, passando pelas diligências já realizadas junto de diversas entidades da tutela, no sentido de encontrar apoios financeiros e outros”.

Além disso, durante o encontro, o município deu conhecimento à governante do “projecto de candidatura ‘Serra Segura’”, que colocou em marcha e que conta “com sete eixos de acção, dirigidos à salvaguarda e promoção da biodiversidade, ao reforço de meios e à capacitação dos agentes locais, para comunidades mais resilientes”. O obejctivo desta candidatura, esclareceu a autarquia, passa por envolver “todo o território Arrábida, dando continuidade à parceria intermunicipal já plasmada em projectos como o HUB 10, o CICLOP7 ou o próprio Gabinete Técnico Florestal Intermunicipal da Arrábida”.

Em jeito de balanço, o município considerou “muito importante” a visita da governante a Palmela, não só “pelo estreitamento da relação com o Ministério da Coesão Territorial, enquanto elo de ligação com as diversas entidades da tutela com atribuições e competências neste âmbito”, como ainda “pela assumpção de vários compromissos, nomeadamente, a identificação de linhas de apoio e financiamento e um olhar específico para a realidade do território Arrábida”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Estação de combustível da Repsol assaltada esta tarde em Setúbal

Indivíduo fugiu com o dinheiro da caixa. Ameaçou os funcionários com uma faca. Já são três os assaltos registados nos últimos quatro dias

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Café na baixa de Setúbal assaltado esta manhã

Crime decorreu por volta das 10h30, com a proprietária a pedir ajuda a comerciantes e pessoas que transitavam perto do local
- PUB -