29 Novembro 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalSetúbal recebeu dia nacional da Polícia Marítima com desfile, exposição e demonstrações

Setúbal recebeu dia nacional da Polícia Marítima com desfile, exposição e demonstrações

Ministra da Defesa e almirante Gouveia e Melo estiveram nas comemorações no jardim da beira-mar

 

- PUB -

This slideshow requires JavaScript.

Setúbal recebeu este domingo as cerimónias oficiais de comemoração do 103.º aniversário da Polícia Marítima (PM) com uma sessão oficial no jardim da beira-mar que incluiu a condecoração de noves militares e uma civil, um desfile das forças em parada, uma exposição e demonstração de alguns exercícios no rio.

As comemorações contaram com a presença da ministra da Defesa, Helena Carreiras, e do almirante Gouveia e Melo, chefe do Estado-Maior da Armada, além do comandante nacional da Polícia Marítima, vice-almirante João Dores Aresta, e do presidente da Câmara de Setúbal, André Martins, da Assembleia Municipal, Manuel Pisco, e do presidente da Junta de Freguesia de São Sebastião, Nuno Costa.

- PUB -

O Capitão do Porto de Setúbal e comandante regional da Polícia Marítima, que participou pela última vez nesta cerimónia nestas funções, uma vez que será substituído no próximo dia 27, ouviu os agradecimentos feitos ao município pela forma como Setúbal acolheu e apoiou as celebrações.

Primeiro, o comandante nacional da Polícia Marítima, Dores Aresta, agradeceu a André Martins, presidente da autarquia, pelo “apoio entusiástico” e, depois, a ministra da defesa classificou o evento como um “imponente centenário no estuário do Sado”.

“A escolha de Setúbal, capital de distrito, para a cerimónia é simbólica do apoio e da importância que os municípios, os autarcas e as gentes desta região conferem às atividades da Autoridade Marítima Nacional e da Polícia Marítima”, disse Helena Carreiras.

- PUB -

O presidente da Câmara Municipal, André Martins, agradeceu também o papel da Polícia Marítima numa cidade marítima como a sadina.

“Setúbal é uma cidade ligada ao mar e a Polícia Marítima tem tido, ao longo destes mais de cem anos, uma actividade significativa na nossa zona ribeirinha, na sua ligação ao mar”, disse André Martins, manifestando “grande regozijo” pela escolha da cidade para o Dia da Polícia Marítima, por ser “o reconhecimento da ligação de Setúbal ao mar, do ponto de vista da importância social, da importância económica, da importância cultural.

O autarca acrescentou que a Câmara Municipal tem feito “muito” para serem criadas “cada vez melhores condições para ligar a cidade ao rio”.

A ministra Helena Carreias destacou que a Polícia Marítima tem sob a sua jurisdição “cerca de 50 por cento das águas marinhas do mar pan-europeu e cerca de 50 por cento dos respectivos solos e subsolos marinhos”, e sublinhou que a responsabilidade pela gestão destes espaços e dos seus recursos é acrescida pelo facto de Portugal ser “porta de entrada na Europa” e “ponto avançado no Atlântico”.

O comandante-geral da Polícia Marítima, vice-almirante João Dores Aresta, salientou que, ao longo de 103 anos de existência, a força teve “um percurso histórico notável”, em “quaisquer circunstâncias de tempo e de mar, próxima daqueles que o usam, das comunidades ribeirinhas, de todos os que dela precisam e, com tudo isto, ao serviço dos portugueses e de Portugal”.

De acordo com o comandante, desde 2019, a Polícia Marítima realizou, em território nacional, “mais de 560 mil horas de vigilância e policiamento” e “aproximadamente 100 mil horas de navegação em ações de patrulha e fiscalização”, com “mais de 330 mil ações de fiscalização, controlo e vistoria de cerca de 45 mil embarcações” e a “abertura de mais de 13 mil processos de contraordenação”.

O programa das comemorações do Dia da Polícia Marítima 2022 em Setúbal, decorreu entre sexta-feira e Domingo, na zona do jardim da beira-mar e com várias as actividades, todas gratuitas, incluindo experimentação de meios náuticos.

 

Comentários

- PUB -

Mais populares

Corpo do chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal encontrado na Praia da Torre em Grândola

Identificação do corpo terá sido feita por familiares na morgue, onde será realizada a autópsia, não havendo, até ao momento, indícios de crime 

Cadáver de homem encontrado esta manhã na praia da Torre em Grândola

Corpo deu à costa no Carvalhal, havendo suspeitas de tratar-se de Manuel Arrábida, chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal desaparecido há sete dias

Acidente na A2 junto a Palmela faz um morto e dois feridos ligeiros

Colisão entre dois veículos ligeiros ocorreu ao quilómetro 24.9 da Autoestrada 2. Vítima mortal tinha 42 anos
- PUB -