28 Novembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalCâmara de Setúbal diz que ligeiras melhorias no serviço da Alsa Todi...

Câmara de Setúbal diz que ligeiras melhorias no serviço da Alsa Todi são insuficientes

“Carreiras que não eram feitas e começaram a ser realizadas” e “reforço de carreiras em horários que estavam suprimidos” com reforço de “20 motoristas”

 

- PUB -

O serviço de transporte rodoviário de passageiros nos concelhos de Alcochete, Moita, Montijo, Palmela e Setúbal foi na passada segunda-feira reforçado com “mais 20 motoristas”, mas considera a Câmara Municipal sadina que “as ligeiras melhorias são insuficientes”.

“A avaliação que fazemos desde segunda-feira é que há ligeiras melhorias, mas ainda estão longe daquilo que é o cumprimento do contrato na sua totalidade, que é o cumprimento de todos os serviços e horários na dimensão do que foi o compromisso da Alsa Todi no concurso internacional”, explicou Rita Carvalho, vereadora da Mobilidade, a O SETUBALENSE.

De acordo com a autarca, “o cumprimento do contrato na sua tolidade, que é aquilo que é a exigência que [a Câmara Municipal] faz”, diz respeito “às novas carreiras, ao cumprimento de horários e à não existência de supressão de serviço”.

- PUB -

Contudo, as “ligeiras melhorias”, sentidas nomeadamente em “carreiras que não eram feitas e que começaram a ser realizadas” na segunda-feira e através do “reforço de carreiras em horários que estavam suprimidos”, são ainda “insuficientes”.

“Segundo informação da empresa Alsa Todi, a partir de segunda-feira seriam integrados na operação mais 35 motoristas. Da informação que temos, só foram integrados 20 [motoristas] e os restantes continuam em formação. Em resultado da integração desses 20 motoristas e que haverá esta melhoria pontual do serviço”, explica Rita Carvalho.

Parte dos 35 novos motoristas serão brasileiros e outros integraram o serviço através de protocolos com outras empresas de transporte. Além disso, a Alsa Todi já havia anunciado a contratação de 61 profissionais, provenientes de Cabo Verde devido à alegada falta de mão-de-obra em Portugal.

- PUB -

As reuniões com a operadora, garante a vereadora com o pelouro da Mobilidade, “são permanentes e constantes”. “São praticamente diárias. Temos vindo a acompanhar esta situação, que nos preocupa. Queremos, a curto prazo, um serviço de qualidade, que garanta tudo o que foi o comprometido pela empresa quando concorreu a esta concurso”.

A concluir, garantiu que a autarquia sadina mantém “essa convicção e não desistirá de insistir no cumprimento deste serviço”. A O SETUBALENSE, a Alsa Todi adiantou ontem estar “a trabalhar conforme o que foi combinado com o presidente [da autarquia em reunião realizada na sexta-feira]”, acrescentando que “depois de as coisas estarem transmitidas à Câmara, transmitirá ao público”. “Não queremos ultrapassar a Câmara”.

No passado sábado, cerca de três centenas de pessoas participaram na manifestação organizada pela Câmara de Setúbal, em conjunto com as cinco juntas de freguesia do concelho, contra o mau serviço prestado pela Alsa Todi desde 1 de Junho, dia em que iniciou a operação no lote 4.

*Com Lusa

Comentários

- PUB -

Mais populares

Corpo do chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal encontrado na Praia da Torre em Grândola

Identificação do corpo terá sido feita por familiares na morgue, onde será realizada a autópsia, não havendo, até ao momento, indícios de crime 

Cadáver de homem encontrado esta manhã na praia da Torre em Grândola

Corpo deu à costa no Carvalhal, havendo suspeitas de tratar-se de Manuel Arrábida, chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal desaparecido há sete dias

“Tenho a vida completamente destruída”

Os relatos dos funcionários da Palvidas, que mesmo sem ordenados aparecem no trabalho por apreço aos doentes que transportam
- PUB -