1 Outubro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalAlmadaPlenário geral interrompe hoje temporariamente ligações fluviais no Tejo

Plenário geral interrompe hoje temporariamente ligações fluviais no Tejo

Trabalhadores alegam falta de respostas da Transtejo/Soflusa e do Governo às suas reivindicações   

- PUB -

A travessia fluvial do Tejo nas ligações de Cacilhas, Trafaria, Seixal e Montijo para Lisboa vai ser afectada, temporariamente, na tarde hoje, quinta-feira, devido a um plenário geral de trabalhadores, refere a Transtejo/Soflusa (TTSL) em aviso publicado no site da empresa.

O plenário geral convocado por organizações sindicais representativas dos trabalhadores da Transtejo, implica interrupção do serviço regular nos períodos das 14h20 às 17h55 entre Cacilhas e o Cais do Sodré, e no sentido inverso das 14h20 às 17h40. No sentido Trafaria – Porto Brandão para Belém, a paragem é das 13h00 às 18h00 e da margem norte para a margem sul entre as 13h30 e as 18h30.

Na ligação do Seixal para Lisboa o serviço é interrompido das 14h00 às 17h50, e a partir do Cais do Sodré entre as 13h00 e as 17h55. No caso das partidas do Montijo para o Cais do Sodré a interrupção é entre as 13h30 e as 18h00, e no sentido inverso das 14h00 às 18h00.

- PUB -

Segundo a Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações, o plenário de trabalhadores tem por objectivo decidir sobre a falta de respostas da administração da TTSL e do Governo às suas reivindicações

Durante a interrupção prevista do serviço regular, os terminais e estações vão estar encerrados, devendo os passageiros consultar previamente os horários das ligações fluviais nos pontos de embarque ou no site da empresa.

Entretanto, a TTSL adjudicou à CME – Construção e Manutenção Eletromecânica / Sociedade de Empreitadas e Trabalhos Hidráulicos a empreitada de concepção, construção, fornecimento das estações de carregamento da nova frota eléctrica, pelo valor de 14.446.956,73 euros.

- PUB -

Este fornecimento visa “dotar os terminais fluviais do Cais do Sodré, Cacilhas, Seixal e Montijo de estações de carregamento de energia de terra para a nova frota de navios eléctricos da Transtejo”, refere Margarida Perez Perdigão, secretária-geral da TTSL.

Um projecto considerado pela empresa como “importante no âmbito do ‘Plano de Renovação da Frota da Transtejo’, que, [além da a aquisição e construção dos postos de carregamento e respectiva manutenção] inclui a aquisição de dez novos navios eléctricos, que permitirá à Transtejo transformar a operação numa referência do serviço público de transporte de passageiros e contribuir para uma descarbonização efectiva da actividade fluvial”, acrescenta.

 

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Bombeira grávida de sete meses diz-se ‘injustamente dispensada’ de serviço

Autoridade para as Condições do Trabalho esteve no quartel da associação
- PUB -