9 Fevereiro 2023, Quinta-feira
- PUB -
InícioÚltimasCastelo e centro histórico da vila vão reviver cenário do Século XII

Castelo e centro histórico da vila vão reviver cenário do Século XII

Feira Medieval promete retratar época em que se cruzaram mouros forros e judeus, a par do crescimento cristão

 

- PUB -

Danças medievais, acampamentos de armas, mesteirais, falcoaria e torneios de cavaleiros são algumas das actividades que dão corpo a mais uma edição da Feira Medieval de Palmela. O evento, que vai decorrer entre 23 e 25 de Setembro próximo, promete levar muita animação ao castelo e ao centro histórico da vila.

Promovida pelo município, a feira adopta este ano o tema “Mesteirais e Outras Gentes na Palmela do Séc. XII”. Ao longo dos três dias, é proposta “uma viagem ao quotidiano das gentes de Palmela – um mundo de paisagem agro-pastoril, artesanal, mercantil, em que se desenvolve a vida económica, social e religiosa”, revela a autarquia, que desvenda ainda alguns detalhes do enquadramento histórico preparado para esta edição. “O evento terá como cenário uma época de insegurança por causa da guerra e de definição das fronteiras, onde se cruzavam as minorias de mouros forros e de judeus, a par do crescimento de uma população cristã, que foi consolidando o seu poder económico, político-militar e religioso.”

Os visitantes vão poder apreciar um vasto programa de animação – sem esquecer “a presença de artesãos e restauração” –, com destaque para “danças medievais, acampamentos de armas, mesteirais, mouro e cavalaria, com falcoaria e torneios de cavaleiros, em honra de sua majestade El Rei D. Sancho I”. Isto a juntar à “dramatização da investidura a cavaleiro do fidalgo escudeiro Mendes Gonçalo, por parte do nobre cavaleiro da Casa Real, Lopo Afonso”, sublinha a edilidade.

- PUB -

O certame é, de resto, aberto à participação de voluntários. Mas para isso, os interessados têm de se inscrever até ao próximo dia 16, através do preenchimento de uma ficha que devem remeter para o e-mail [email protected], acompanhada de uma foto.

Para os mais apaixonados pelos figurinos antigos há a possibilidade facultativa de trajarem a rigor para visitarem a feira. A autarquia indica que “existe um serviço de aluguer de trajes adequados à época retratada”, que estará localizado “junto à entrada do recinto” do evento. “Este serviço é assegurado pela Aliusvetus – Associação Cultural História e Património. O aluguer de traje inclui o ingresso de entrada (pulseira/bilhete)”, adianta o município. Para um dia o custo do aluguer de traje é de 10 euros; para dois dias ascende a 13 euros; e para os três dias o preço é de 15 euros. O aluguer, faz notar a edilidade, tem “caução de 10 euros, [que será] devolvida na entrega final do traje”.

- PUB -

Pijama, caminhada e acção de formação

Da programação do evento fazem ainda parte outras duas actividades, uma das quais dirigida ao público infantil. Trata-se da iniciativa “Em Pijama na Feira Medieval”, que permitirá às crianças dos 8 aos 12 anos passarem uma noite no Castelo de Palmela, de 24 para 25 de Setembro. A participação nesta acção – que visa dar a conhecer aos mais novos a história do castelo – é de lotação limitada e, apesar de gratuita, obriga a inscrição através do e-mail [email protected]. A organização é assumida em conjunto pela Passos e Compassos e pela Câmara Municipal.

Também inserida no programa está uma caminhada pelas veredas da Serra do Louro, a realizar no dia 24, a partir das 17 horas. “Tendo o Castelo de Palmela como paisagem e a Feira Medieval como cenário à espreita, parte-se numa pequena caminhada desde o Cabeço das Vacas ao Moinho da Fonte do Sol. Iremos estar atentos à diversidade das plantas que nos rodeiam, identificando algumas espécies, não alheios à ocupação humana de outros tempos, assim como procuraremos identificar algumas aves pelo seu canto”, salienta a autarquia. Os participantes, no final da caminhada, são convidados a visitar a Feira Medieval de Palmela. O passeio, com uma distância de 6 quilómetros, é organizado pela Biotrails e tem um custo de 10 euros, mas dá direito a uma entrada para a feira e a um moscatel. O ponto de encontro acontecerá na Quinta do Anjo, em local ainda a definir. Os interessados devem inscrever-se em www.biotrails.pt.

 

Antes, nos dias 21 e 22, entre as 20 horas e a meia-noite, a Câmara Municipal em parceria com o Ten_Tart, Grupo de Teatro, Animação e Intervenção, promove uma “acção de formação em expressão dramática, caracterização e construção de personagens”, tendo em vista a participação na feira. Esta acção vai decorrer no Cine-Teatro S. João e na Biblioteca Municipal de Palmela. As inscrições estão abertas até ao próximo dia 11 e devem ser efectuadas através de envio de e-mail, com nome, data de nascimento e contacto directo, para [email protected]

Bilhetes Preços variam entre os 3 e os 6 euros

A Feira Medieval de Palmela vai estar aberta entre as 17 horas e a meia-noite no dia 23. No dia 24, o certame abre às 14 horas e encerra à mesma hora da véspera. E no último dia, 25, volta a abrir portas às 14 horas e termina às 23 horas. Os bilhetes têm um custo de 3 euros para um dia e 6 euros para os três dias. Os visitantes menores de 12 anos (inclusive) têm entrada gratuita. A venda antecipada de ingressos vai decorrer de 1 a 18 de Setembro. Podem ser adquiridos nos seguintes pontos: Posto de Turismo (Castelo de Palmela); Casa Mãe da Rota de Vinhos da Península de Setúbal; Serviços de Atendimento Municipal em Palmela (Paços do Concelho, Largo do Município), em Pinhal Novo (Loja do Cidadão – Mercado Municipal de Pinhal Novo) e Quinta do Anjo (Rua de Olivença); e União de Freguesias das Poceirão e Marateca, em Poceirão (Rua Luís de Camões) e nas respectivas delegações.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Estação de combustível da Repsol assaltada esta tarde em Setúbal

Indivíduo fugiu com o dinheiro da caixa. Ameaçou os funcionários com uma faca. Já são três os assaltos registados nos últimos quatro dias

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Café na baixa de Setúbal assaltado esta manhã

Crime decorreu por volta das 10h30, com a proprietária a pedir ajuda a comerciantes e pessoas que transitavam perto do local
- PUB -