19 Agosto 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalSeixalFestas de Arrentela arrancam amanhã com dois palcos e Rosinha em cartaz

Festas de Arrentela arrancam amanhã com dois palcos e Rosinha em cartaz

As “Festas da Torre” voltam ao mesmo local, nos terrenos da antiga Companhia de Lanifícios de Arrentela

- PUB -

As Festas Populares de Arrentela arrancam amanhã, dia 14, e prolongam-se até domingo. Maria João Costa, presidente da União de Freguesias do Seixal, Arrentela e Paio Pires, afirmou a O SETUBALENSE estar satisfeita com a programação e com o “retorno positivo da população”

“As Festas da Torre”, como carinhosamente são apelidadas, voltam ao mesmo local, nos terrenos da antiga Companhia de Lanifícios de Arrentela, palco, durante cinco dias, de divertimentos, tasquinhas associativas, animação e propostas culturais para todo o género de público”, salientou.

Quanto à programação, “teremos, como habitualmente, dois palcos para ouvir música popular e ver muita e diversificada animação. Por lá vão passar nomes conhecidos da actualidade musical portuguesa, bem como a Banda da Sociedade Filarmónica União Arrentelense. Isto, no que toca ao palco um”. O palco dois, por sua vez, acolherá “maioritariamente, o movimento associativo e artistas do concelho, grupos corais e música para dançar”, salientou a autarca.

- PUB -

Após uma pausa de dois anos, em virtude das medidas de contenção da pandemia covid -19, “é com enorme alegria, espectativa e confiança que voltamos a estas festas, promovidas pela União de Freguesias do Seixal, Arrentela e Aldeia de Paio Pires e Câmara Municipal, com o apoio do Movimento Associativo do Concelho”, frisou.

Diz ainda Maria João Costa, que as Festas “serão um êxito se trouxerem muitas pessoas à Torre da Marinha”, se assim acontecer, o que é esperado, esta “voltará a afirmar-se como um lugar privilegiado de convívio e ponto de encontro de familiares e amigos, bem como de todos os munícipes do concelho ou fora dele que queiram divertir-se neste maravilhoso espaço de celebração popular”, concluiu.

Anteriormente, já Joaquim Santos, presidente da Câmara Municipal, sublinhara que  “estas festas tão tradicionais são parte da memória colectiva das nossas gentes, por isso devem ser preservadas e continuadas. Da parte da autarquia, há sempre a vontade de lhes dar a maior qualidade e variedade possível, tornando-as num misto de tradição e modernidade”.

- PUB -

Programação suculenta

As Festas abrem com Rosinha, a cantora popular que tem fãs entre o público de todas as faixas etárias e condições sociais. No palco dois, estarão o Grupo Alentejano dos Serviços Sociais dos Trabalhadores das Autarquias do Seixal e o Grupo Coral e Instrumental “Maio em Flor”.

A noite de quinta-feira está reservada para o espectáculo “I’m a Rock Star”, posto em cena pelos alunos da Escola Básica Carlos Ribeiro, de Pinhal de Frades. No palco dois vai poder ouvir-se o Grupo e Instrumental “Laços de Ternura” e o Grupo Coral e Instrumental “Os Flamingos”.

Na noite de 15, sexta-feira, apresentar-se-ão em palco a Banda da Sociedade Filarmónica União Seixalense, sempre bem acolhida pelas gentes da margem Sul. Outro grande momento de animação musical será protagonizado por Hélder Costa.

Os sempre desejados e aplaudidos Banza, banda formada por instrumentistas da localidade, vão actuar na noite de sábado no palco um. Lembremos que este grupo, formado em 1981, em Paio Pires, conta com actuações na Suécia, Bélgica, Suíça, Canadá e Tunísia. No palco dois, Vitor Ginja e Zé Maria animarão um baile popular, onde não faltarão pares a lembrar tempos que já não voltam.

No domingo, David Antunes & The Midnight Band pontuará no espectáculo de encerramento, no palco um, enquanto no outro espaço se farão ouvir o Grupo Coral de Cante Feminino, da Associação Unitária de Reformados, Pensionista e Idosos da Torre da Marinha e o Grupo Coral “Recordar É Viver”, da mesma instituição.

Duas bandas de percussão, a dos “Toca Rufar” e “Karma Drums”, far-se-ão ouvir, e bem, durante os vários dias das Festas Populares no recinto das Festas e nas vias que a eles conduzem.

 

 

 

Comentários

- PUB -

Mais populares

Mulher morre em colisão entre dois veículos em Grândola

Uma colisão frontal entre dois veículos ligeiros na Estrada Nacional 261, no cruzamento do Carvalhal, provocou, esta tarde, um morto e dois feridos graves.

Ana Catarina Gonçalves: A grandolense que arriscou e conseguiu montar um ‘império’ na vertente das explicações

Com apenas 21 anos, começou a acompanhar algumas crianças por brincadeira. Hoje, passados cinco anos, emprega três dezenas de professores

Acidente de viação no Montijo provoca três mortos

Colisão frontal provocou a morte de dois homens, de 26 e 32 anos, e de uma mulher, de 24 anos
- PUB -