27 Junho 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalAlcocheteFestival de Piano em Alcochete homenageia Maestro António Victorino d’Almeida

Festival de Piano em Alcochete homenageia Maestro António Victorino d’Almeida

Marcada para o Forum Cultural, a 5.ª edição do festival recebe pianistas de renome, masterclasses e palestras  

- PUB -

O Maestro António Victorino d’Almeida vai ser homenageado em Alcochete pelos 70 anos de carreira. O reconhecimento acontece durante a 5.ª edição do Festival de Piano, entre 2 e 5 de Junho no Fórum Cultural, onde vão estar pianistas de renome que, pela primeira vez, pisam este palco em concertos.

Num programa que engloba também masterclasses e palestras, na abertura marcada para as 21h30 de dia 2 vai ouvir-se um recital de piano por António Victorino d’Almeida. Horas antes, às 14h30, realiza-se a palestra “A importância da transmissão de princípios sólidos de dedilhação nas diferentes fases do ensino do piano”, pelo professor Luís Pipa.

A 3 de Junho, o Festival de Piano recebe entre as 9h e as 12h00 o masterclasse de piano por Jill Lawson, nas instalações do Conservatório Regional do Montijo. Entre o meio-dia e a uma da tarde decorre a palestra “REM Talk ESART A formação vocacional dos músicos em Portugal: Um desafio histórico”, pelo professor Rui Vieira Nery. Das 15h00 às 17h00, Théodore Paraskivesco proporciona um masterclasse de piano. Às 21h30, é a vez do concerto pela Orquestra Sinfónica Arco Ribeirinho, com Tomohiro Hatta ao piano, no 2.º concerto para piano e orquestra de F.Chopin, um dos concertos mais conhecidos da história da música.

- PUB -

Uma orquestra que, segundo a autarquia de Alcochete, “está na génesis do Conservatório Regional de Artes do Montijo”, sendo uma “simbiose de pedagogia, performance e ambiente familiar, onde a música é o bem maior”.

No dia 04, às 21h30, vai ouvir-se um recital de piano a 4 mãos a cargo do António Luís Silva e Tiago Nunes, num concerto intitulado “Fantasia e Danças” que remete o público para duas temáticas associadas à liberdade, em que vão ser interpretadas obras de Schubert, Grieg, Dvorak, Gluck e Piazzolla.

Com os bilhetes a 5 euros e 2,5 euros para estudantes, a programação gratuita está reservada para o último dia do festival. Às 18h30 está marcado um recital de piano pelos participantes da masterclasse de Théodore Paraskivesco, onde vão ser tocadas obras estudadas pelos alunos durante o festival.

- PUB -

Marcar a agenda cultural da região

“Este é um acontecimento que reflecte a importância da educação e da cultura numa região e na sua sociedade”, refere a autarquia em nota de Imprensa onde cita o director artístico do Conservatório Regional de Artes do Montijo, Ilídio Massacote: “Na vida necessitamos uns dos outros para sociabilizar, partilhar, aprender e comunicar. Este festival só é possível pelo apoio da Câmara Municipal de Alcochete, pela parceria com a Escola Superior de Artes Aplicadas e pela dedicação do grande mentor deste projecto, o professor Tiago Nunes”, afirma.

Para o presidente da Câmara de Alcochete, Fernando Pinto, o Festival de Piano “é mais uma oportunidade para o município de Alcochete continuar a marcar a agenda cultural da região, promovendo e apoiando eventos de elevada qualidade e de referência a nível nacional e internacional”.

O 5.º Festival de Piano de Alcochete é organizado pelo Conservatório Regional de Artes do Montijo, Escola Superior de Artes Aplicadas e Câmara Municipal, Conta com  o Alto Patrocínio de Sua Excelência, o Presidente da República.

Os bilhetes podem ser adquiridos na Fnac, Worten e Ticketline

 

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior
- PUB -