18 Maio 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalSeixal lança projecto com movimento associativo para um Maio de cultura

Seixal lança projecto com movimento associativo para um Maio de cultura

A primeira edição do Seixal Cultural vai incluir 53 associações num programa que vai passar por todas as freguesias

- PUB -

O concelho do Seixal promove, de 05 a 22 de Maio, a primeira edição do projecto “Seixal Cultural” com 100 actividades desde o teatro ao cante alentejano, passando pelas expressões de cultura urbana, literatura, dança e música.

O anúncio foi feito hoje pela Câmara Municipal.

O Seixal Cultural é um projecto organizado pela autarquia e pelo movimento associativo cultural do concelho e envolverá nesta primeira edição 53 associações.

- PUB -

Segundo a autarquia, através de uma programação que integra aulas abertas, workshops, exposições e espectáculos, a realizar nos espaços do movimento associativo e em espaços públicos de todas as freguesias do concelho, a população poderá conhecer e participar num conjunto de actividades que irão do teatro ao cante alentejano, passando pelas expressões de cultura urbana e artes visuais, literatura, dança, folclore, música filarmónica, grupos corais e orquestras.

As iniciativas decorrem de quinta a domingo durante todo o mês de Maio, arrancando com a peça “Conversas Imaginárias” do grupo de Teatro Ivone Silva/Bastidores D’Arte, na Associação de Moradores dos Redondos.

O evento vai contar também com a participação das associações de deficientes, de idosos e de migrantes com o objectivo de mostrar que a cultura não tem barreiras nem obstáculos.

- PUB -

“O Seixal sempre se caracterizou por ser um concelho virado para a cultura da população e a cultura está na nossa história” disse o vice-presidente da autarquia, Paulo Silva, em declarações à agência Lusa.

Paulo Silva que é também responsável pelo pelouro da Cultura, Juventude, Participação, Desenvolvimento Social e Saúde, adiantou que o evento tem como objectivo dar visibilidade ao trabalho feito pelo movimento local permitindo o intercâmbio entre associações.

“A cultura é acessível a toda a gente e não tem barreiras nem fronteiras. As comunidades migrantes também já aderiram e uma das associações apresentou a proposta de uma noite de fado com música tradicional de Cabo Verde”, disse.

O autarca explicou que o concelho do Seixal tem um movimento associativo cultural muito rico, sendo esta também uma forma de mostrar o seu trabalho à população.

“Que a cultura seja um polo aglutinador de toda a população do Seixal com especificidades próprias, mas com uma identidade cultural que demonstre a coexistência pacífica de todos no concelho do Seixal”, frisou.

GC / Lusa

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -