18 Maio 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalNovos autocarros começam a circular pelo grupo que abrange Setúbal a 1...

Novos autocarros começam a circular pelo grupo que abrange Setúbal a 1 de Junho

Incluídos estão também Alcochete, Montijo, Moita e Palmela, cujo transporte rodoviário passa a ser da responsabilidade do Alsa Todi

 

- PUB -

O lote que abrange o concelho de Setúbal vai ser o primeiro a receber os novos autocarros da Carris Metropolitana, que começam a circular no dia 1 de Junho, um mês antes dos restantes três grupos formados na Área Metropolitana de Lisboa (AML).

Com “regras e obrigatoriedades novas”, o mês de antecedência servirá como “experiência, para se ver como as coisas resultam”, explicou André Martins, presidente da Câmara Municipal de Setúbal, a O SETUBALENSE. Isto porque “nos outros grupos, o início dos transportes públicos vai acontecer no dia 1 de Julho”.

- PUB -

Por serem ‘pioneiros’ no que diz respeito aos novos serviços de transporte na AML, os municípios que compõem o referido lote, nomeadamente Alcochete, Moita, Montijo, Palmela e Setúbal, reuniram-se na cidade sadina na passada quinta-feira para uma “troca de ideias e informações e para alinhavar o arranque”.

No encontro, realizado na sala de sessões da autarquia setubalense, esteve presente André Martins, presidente da Câmara de Setúbal, Nuno Canta, presidente do município do Montijo, Fernanda Pésinho, vereadora na edilidade de Palmela, e Pedro Lavrado, eleito na autarquia de Alcochete. Também Carlos Humberto, primeiro-secretário da AML, participou na sessão, assim como representantes da Câmara Municipal da Moita e da Transportes Metropolitanos de Lisboa (TML).

O serviço público de transporte rodoviário de passageiros nos cinco municípios, que compõem o lote 4 do concurso internacional da Área Metropolitana de Lisboa (AML), vai passar a ser da responsabilidade do consórcio de empresas Alsa Todi – formado pela NEX Continental e a Transportes Luísa Todi, em substituição da Transportes Sul do Tejo (TST).

- PUB -

No caso de Setúbal, André Martins garante que “a entrada em funcionamento do novo serviço traduz-se num aumento de 50% na rede de transportes do concelho e da frequência de horários”.

“Naturalmente que temos uma grande expectativa, assim como têm os setubalenses e os municípios, até porque nós sabemos que nos últimos anos os transportes públicos não têm sido um elemento de destaque no bom sentido neste território”, justificou.

Além disso, as “melhores condições de transporte público vão contribuir para uma menor utilização de viaturas particulares, para o descongestionamento do centro das cidades e para um melhor ambiente”, sublinhou o autarca, caracterizando a entrada em funcionamento dos novos autocarros como uma “verdadeira revolução”.

Com a chegada do novo operador, vão também chegar aos concelhos viaturas por estrear, de cor amarela e com a marca Carris Metropolitana.

Para o lote 4 da AML estão previstos 170 novos autocarros, “todos equipados para o transporte de pessoas com mobilidade reduzida e com wi-fi”, assegurava Fernando Esteves, administrador da Alsa Todi, em Setembro último.

A ‘luz verde’ que vai permitir à Carris Metropolitana assegurar durante sete anos a operação rodoviária nos 18 municípios que compõem a AML foi dada a 17 de Agosto pelo Tribunal de Contas.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -