26 Junho 2022, Domingo
- PUB -
InícioLocalPalmelaTrabalhadores da Autoeuropa rejeitam segundo pré-acordo laboral

Trabalhadores da Autoeuropa rejeitam segundo pré-acordo laboral

A maioria dos cerca de cinco mil trabalhadores votaram contra o acordo que garantia 2% de aumento salarial em 2022 e 2023

 

- PUB -

Os trabalhadores da Autoeuropa rejeitaram esta sexta-feira um segundo pré-acordo laboral, com 60% de votos contra e apenas 39,1% a favor, tal como já tinham chumbado o anterior, a 21 de Maio do ano passado.

 Na votação realizada nos últimos dois dias, quinta e sexta-feira, a maioria dos cerca de 5.000 trabalhadores da Autoeuropa rejeitou o novo pré-acordo, com 2.433 votos (60%) contra e apenas 1 583 a favor (39,1%). Os restantes são brancos e nulos.

O pré-acordo laboral que foi rejeitado garantia aumentos salariais de 2% em 2022 e 2023, com aumentos mínimos de 25 euros em 2022 e de 30 euros em 2023, a par da criação de mais um escalão – letra G –, que permitia aos trabalhadores que já estão no topo de carreira (letra F) beneficiarem de um aumento adicional de cerca de 2%.

- PUB -

O compromisso alcançado este mês de Fevereiro pela Comissão de Trabalhadores e a administração da Autoeuropa previa ainda a manutenção do quarto turno e a possibilidade de um máximo de 44 ‘down-days’ (dias de não produção, mas que seriam pagos na íntegra aos trabalhadores) face à previsível falta de semicondutores, que, no ano passado, obrigou a várias paragens de produção.

O pré-acordo laboral garantia também a vinda de um novo veículo da Volkswagen para ser produzido na fábrica de Palmela, que, actualmente, produz apenas a nova versão do T-Roc e a Volkswagen Sharan, mas está previsto que este último modelo seja descontinuado dentro de poucos meses.

No comunicado em que anuncia os resultados da votação, a Comissão de Trabalhadores refere que “face à vontade expressa democraticamente pela maioria dos trabalhadores, irá na próxima semana reunir e fazer a avaliação dos resultados desta votação, bem como exigir à empresa o regresso à mesa negocial”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior
- PUB -