16 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalSinesAgitação marítima danifica 50 metros do molhe leste do Porto de Sines

Agitação marítima danifica 50 metros do molhe leste do Porto de Sines

Troço do molhe que está a ser construído para reforçar zona leste do porto já está a ser reparado. Trabalhos de estabilização provisória da área devem ficar concluídos dentro de 48 horas

 

- PUB -

 

 

A forte agitação marítima que se tem verificado em Sines provocou danos, na sexta-feira, em cerca de 50 metros da obra de prolongamento do molhe leste do porto local, revelou hoje a administração portuária.

- PUB -

A Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS) explicou à agência Lusa que a agitação marítima ‘engoliu’ uma “extensão de cerca de 50 metros” da estrutura do molhe que está a ser construída para reforçar a protecção da zona leste do porto.

“O empreiteiro procedeu à mobilização dos meios” e já “deu início aos trabalhos de reparação” do troço afectado, acrescentou.

De acordo com a APS, os trabalhos “ainda estão a decorrer”, prevendo-se que o empreiteiro consiga “uma estabilização provisória da área afectada nas próximas 48 horas”.

- PUB -

Os estragos causados pelo temporal e “eventuais efeitos no prazo da obra”, que envolve um investimento de 72 milhões de euros, vão ser “avaliados pelo empreiteiro logo que as condições de agitação marítima o permitam”, referiu a administração portuária.

Esta avaliação será feita com “recurso a meios submersos de inspeção, para diagnóstico e avaliação da situação”, disse.

A obra em curso prevê a extensão do molhe em 750 metros e permitirá reforçar a protecção da zona leste do Porto de Sines devido à expansão do Terminal de Contentores, a cargo da concessionária PSA Sines.

De acordo com a administração portuária, a conclusão da empreitada está prevista para o primeiro trimestre de 2023 e vai permitir a receção, em simultâneo, de quatro dos maiores porta-contentores em operação no mundo. HYN // RRL

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -