28 Janeiro 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoSecretária de Estado assina hoje protocolo para criação de posto de transferência...

Secretária de Estado assina hoje protocolo para criação de posto de transferência de pescado no Montijo

Teresa Coelho vai rubricar acordo entre Docapesca, autarquia e SCUPA, que prevê a construção do equipamento para entrada do peixe no circuito comercial a partir da cidade

A secretária de Estado das Pescas, Teresa Coelho, desloca-se hoje ao Montijo para assinar o protocolo que visa a construção de um posto de transferência de pescado no Cais dos Pescadores. O documento, que estabelece uma parceria entre Câmara Municipal, Docapesca e Sociedade Cooperativa União Piscatória Aldegalense (SCUPA), vai ser rubricado pelas 15h30 naquele local da zona ribeirinha.

- PUB -

A proposta do protocolo a celebrar entre as três partes foi aprovada, por unanimidade, pelo executivo municipal em Setembro último e o equipamento vai permitir a entrada do peixe no circuito comercial a partir da cidade. De acordo com a autarquia, a Docapesca – entidade responsável pela “exploração das lotas e a prestação de serviços de primeira venda de pescado e de apoio à pesca nos portos do continente” – vai delegar na SCUPA “a responsabilidade da transferência de pescado” no posto a construir no Cais dos Pescadores “pelo período de cinco anos”.

A Docapesca fica responsável por disponibilizar “o equipamento necessário ao registo e transferência de pescado, nomeadamente, equipamento informático, sistema de pesagem e de acesso à Internet”.

Já a autarquia assume o compromisso de “adquirir um contentor para a instalação dos equipamentos necessários ao funcionamento do posto de registo e transferência de pescado, mantendo como um dos seus propósitos o desenvolvimento de acções com o objectivo de proteger e defender os interesses da comunidade piscatória do Montijo”.

- PUB -

Este será o primeiro equipamento do género a existir na cidade montijense, conforme realçou na altura o presidente da Câmara Municipal, Nuno Canta, durante a apresentação da proposta de protocolo. O autarca escusou-se, então, a avançar com estimativas em relação ao valor do investimento a suportar pelo município e a prazos para a execução da obra, mas sublinhou que o posto de transferência de pescado constituirá “uma mais-valia significativa para os pescadores”. Esta tarde as três entidades colocam o preto no branco e dão um dos últimos passos para efectivar a concretização da obra.

Comentários

- PUB -

Mais populares

D. José Ornelas deixa de ser Bispo de Setúbal

O SETUBALENSE sabe que o Prelado vai substituir D. António Marto na Diocese de Leiria-Fátima

Autocarro consumido pelas chamas no centro de Setúbal [corrigida]

Viatura dos TST circulava perto do Comando da PSP. Passageiros e motorista saíram ilesos

Moradores do condomínio da Quinta da Trindade queixam-se de ruído vindo de estaleiro naval

A decapagem do casco de navios está a tirar o sossego a quem reside nas proximidades do estaleiro. Empresa diz que está a mitigar incómodo
- PUB -