2 Dezembro 2021, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoCDU rompe acordo com PSD para a Assembleia Municipal do Montijo

CDU rompe acordo com PSD para a Assembleia Municipal do Montijo

Na edição desta segunda-feira, O SETUBALENSE revela os contornos do acordo “secreto”, que viabilizaria a retirada da presidência da Assembleia Municipal ao PS e a Catarina Marcelino

 

- PUB -

A geringonça para retirar a liderança da Assembleia Municipal do Montijo ao PS foi desfeita ao final da tarde de sexta-feira, 15, depois de O SETUBALENSE ter noticiado a existência do entendimento entre PSD e CDU.

O cenário de Ana Dias Neves, eleita por PSD/CDS-PP/Aliança, vir a suceder a Catarina Marcelino (PS) na presidência do órgão, que estava assente entre PSD e CDU e que recolhia ainda respaldo de BE, Chega e IL, caiu por terra já que a CDU recuou no acordo que tinha estabelecido com os social-democratas.

O SETUBALENSE revela na edição impressa desta segunda-feira os contornos do compromisso “secreto” que estava assumido entre as bases das duas forças políticas e que a CDU rompeu por quebra de sigilo ao final da tarde desta sexta-feira.

- PUB -

O PSD acusa a CDU de “faltar à palavra” e de “dar a mão ao poder caduco do PS”.

A tomada de posse dos órgãos municipais tem lugar nesta segunda-feira, a partir das 17h30, nos Paços do Concelho.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -