22 Janeiro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalSetúbalRolador de Palmela reforça Amarela em Setúbal

Rolador de Palmela reforça Amarela em Setúbal

Rafael Reis partiu de Amarelo depois de vencer o prólogo em Lisboa e foi relâmpago ontem na descida da Serra da Arrábida

 

- PUB -

Primeiro de punho erguido e depois de braços cruzados, Rafael Reis, da Efapel, cortou ontem a meta em Setúbal, isolado, depois de ter fugido do resto do grupo na Serra da Arrábida. Percurso onde o rolador de Palmela treina, pelo que conhece bem.

Depois de ter vencido o prólogo em Lisboa da 82.ª Volta a Portugal, na quarta-feira, Rafael Reis, de 29 nos, partiu de Amarelo e, depois de 175,8 quilómetros entre Torres Vedras e Setúbal, reforçou a Camisola ao terminar a descida da Arrábida a cerca de 20 segundo do pelotão; tempo que foi encurtado já perto da meta.

Depois de 4 horas e 12.23 de prova, Rafael Reis, que na descida da Serra chegou a ultrapassar uma das motas da GNR, ficou com o pelotão liderado por holandês Alex Molenaar (Burgos-BH), a dois segundos.

- PUB -

Pelotão que não desferiu nenhum ataque ao ciclista de Palmela, e cortou a meta na Avenida Luísa Todi com Sergio Samitier (Movistar) e Luís Gomes (Kelly- -Simoldes-UDO), atrás do homem da Burgos-BH.

A 1.ª etapa da Volta a Portugal Santander começou por ser marcada pela fuga de Carlos Miguel Salgueiro (LA Alumínios-LA Sport), Garikoitz Bravo (Euskaltel-Euskadi) e Willem Smit (Burgos-BH), que só foram ultrapassados na subida da Arrábida.

No início da etapa, em terreno a subir, era Carlos Oyarzun (Louletano) a atacar com Hugo Nunes (Rádio Popular-Boavista) na roda e a conseguir ser mais rápido para liderar a montanha.

- PUB -

A etapa ainda contou com os destaques de Luís Fernandes (Rádio Popular-Boavista), Jóni Brandão (W52-FC Porto), e Frederico Figueiredo (Efapel), que absorveram os três fugitivos na descida de 13 quilómetros da Serra da Arrábida. Rafael Reis é que já estava incontrolável.

Antes de chegar a Setúbal, o pelotão foi ‘recebido’ pelo Castelo de Palmela que iluminou a fachada norte de amarelo para assinalar a passagem da Volta pelo concelho.

As luzes acenderam-se dia 4, prepararam a Meta Volante na Estrada dos Restauradores, e ainda não se sabia que Rafael Reis ia bater tudo e todos na chegada a Setúbal.

Hoje cumpre-se a segunda etapa da prova, que vai ligar Ponte de Sor a Castelo Branco, numa distância total de 162,1 quilómetros.

Esta edição da Volta vai estar na estrada até 15 de Agosto, conta com a participação de 19 equipas e um pelotão de 130 ciclistas, que vão percorrer 1 568 quilómetros, em 10 etapas.

Com Lusa

Comentários

- PUB -

Mais populares

Pinhalnovense sem jogadores para jogar fez falta de comparência

A 12.ª jornada do Campeonato de Portugal ficou marcada pela falta de comparência do Pinhalnovense no jogo que deveria disputar em casa com o...

Entrada de luxo dos sadinos foi segredo para vencer U. Santarém e subir ao 2.º lugar

Varela (bisou) e Zequinha fizeram os golos desta quinta-feira no Bonfim

MP acusa médico do Centro Hospitalar de Setúbal de homicídio por negligência em caso de morte de bebé num parto

Os factos ocorreram no dia 06 de Fevereiro de 2018, nos serviços de urgência de obstetrícia e estão relacionados com o parto de um feto morto
- PUB -