27 Novembro 2021, Sábado
- PUB -
InícioLocalSetúbalLar Acácio Barradas avançou ontem para requalificação do edifício e receber mais...

Lar Acácio Barradas avançou ontem para requalificação do edifício e receber mais utentes

Intervenção no lar mais antigo de Setúbal será executada em 15 meses e terá um custo superior a 3 milhões de euros

- PUB -

A Santa Casa da Misericórdia de Setúbal assinou, ontem, o contracto para a adjudicação da obra para requalificação e ampliação do Lar Acácio Barradas, numa cerimónia realizada no espaço exterior do Lar, que é o mais antigo de Setúbal.

A intervenção, segundo o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Setúbal, Cardoso Ferreira, tem como objectivo principal “modernizar o espaço e oferecer melhores condições aos utentes e profissionais do Lar”, numa altura em que o espaço já operava, “em condições mínimas de qualidade de infra-estruturas”, comentou.

A empreitada permitirá, também, aumentar a capacidade de acolhimento dos utentes para 42 lugares, quando neste momento o espaço acolhe 35 pessoas. Quanto a investimento, corresponde a um montante financeiro previsto “superior a 3 milhões de euros com um prazo de execução de 15 meses”. O provedor avançou ainda que as obras devem começar brevemente, uma vez que que “todo os utentes residentes do Lar foram já realojados”.

- PUB -

Cardoso Ferreira lembrou a importância que as Misericórdias e as instituições de solidariedade social adquirem para as pessoas “excluídas económica ou socialmente no cumprimento das suas necessidades básicas, pelo que era de extrema importância avançar-se com a requalificação do Lar Acácio Barradas”.

O provedor agradeceu ainda a disponibilidade da Câmara Municipal de Setúbal, na pessoa da presidente, Maria das Dores Meira, e do Centro Distrital de Segurança Social por apoiarem este projecto de requalificação.

A Câmara não pôde ficar indiferente a este passo dado pela instituição “pela evidente mais-valia para a comunidade”, expressou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, tendo sido “aprovada a redução das taxas urbanísticas em vigor como apoio à requalificação”.

- PUB -

Maria das Dores Meira declarou a O SETUBALENSE que esta requalificação irá oferecer “uma melhor prestação de cuidados de saúde e de proteção individual, para cada um dos utentes que precisa desta prestigiada instituição”. Em conjunto com a recente restauração do Convento de Jesus, a intervenção no Lar Acácio Barradas vem juntar-se às operações de requalificação no centro de Setúbal. Para a presidente da Câmara, manter a fachada do Lar Acácio Barradas significa “manter a memória e a história deste edifício, logo a história da cidade”.

Presente na cerimónia, o Bispo da Diocese de Setúbal, D. José Ornelas, dirigiu-se aos profissionais de saúde e dos lares, também ali presentes, revelando que estes ocuparam os seus sentimentos, por terem que enfrentar arduamente a pandemia de covid-19.

Após a assinatura do contrato, D. José Ornelas comentou a O SETUBALENSE que esta requalificação é motivo de “uma alegria que vem da memória. É um símbolo de dedicação e resiliência de uma instituição que ao longo de séculos foi dando atenção aos que mais precisavam”. O Bispo de Setúbal expressou ainda ser a “continuidade da ajuda social, com a renovação do passado que ganha um novo rosto”, e que acrescentou: “Queremos dar serviços de qualidade que atendam à dignidade. É importante criar estruturas que apresentem melhores condições”.

Manuel Roque Santos, presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Setúbal, parabenizou a Misericórdia de Setúbal pelo contrato estabelecido, destacando o trabalho que aquele espaço tem feito na prestação de serviços de saúde e acompanhamento dado à população. Referiu ainda o auxílio que o Lar Acácio Barradas oferece ao Centro Hospitalar na reabilitação dos seus doentes: “contribuindo com mais de 55% total dos tratamentos prescritos no nosso hospital”.

Presentes neste acto formal, estiveram ainda o vereador Pedro Pina, responsável pelo Departamento de Cultura, Desporto, Direitos Sociais e Juventude, e a directora do Centro Distrital de Segurança Social, Luísa Malhó.

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Área Metropolitana de Lisboa assegura transporte rodovidário sadino até chegada da Carris Metropolitana

É necessário "dar continuidade às Autorizações Provisórias até a entrada do novo operador, de forma a evitar a ruptura dos serviços públicos de transporte rodoviário de passageiros no concelho de Setúbal"

Cão desparecido no Seixal encontrado pela GNR na Quinta do Anjo seis anos depois

A GNR encontrou a dona do cão através do leitor de microchip. Estava registado no Sistema de Informação de Animais de Companhia  

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  
- PUB -