23 Outubro 2021, Sábado
- PUB -
Início Regional Deloitte abre candidaturas a bolsas de estudo para curso de tecnologia no...

Deloitte abre candidaturas a bolsas de estudo para curso de tecnologia no Politécnico de Setúbal

Direccionado para estudantes finalistas do ensino secundário ou técnico-profissional, o programa inclui parte teórica e prática

- PUB -

 

Até 18 de Agosto estão a decorrer as candidaturas ao Programa BrightStart da Deloitte no Instituto Politécnico de Setúbal, uma formação diferenciada que visa acelerar a aquisição de competências na área das Tecnologias Informáticas.

Direccionado para estudantes finalistas do ensino secundário ou técnico-profissional, o programa “combina a parte curricular da licenciatura com uma forte componente prática, permitindo aos alunos serem integrados durante a frequência do curso académico em projectos reais da Deloitte”, refere Paulo Almeida, partner da Deloitte.

- PUB -

Para assumirem esta preparação para a vida real, os alunos, aquando da sua candidatura, “devem ter em consideração que o programa exige um grande nível de compromisso e resiliência”, sublinha o mesmo responsável, que acrescenta: “ao contrário de programas académicos, aqui vão desde cedo necessitar de gerir de forma eficaz o seu tempo, para conciliar da melhor maneira os elementos prático e teórico”.

Quanto à selecção das candidaturas, os alunos “têm de passar por um processo definido e implementado pelas entidades gestoras do programa”. Os alunos são seleccionados para integrar o BrightStart através de uma dinâmica de grupo, uma entrevista com um manager e com um partner da Deloitte.

Quando a participarem no programa, os alunos recebem uma bolsa de estágio de longa duração, sendo todos os custos académicos suportados pela Deloitte, incluindo as propinas mensais e taxas de inscrição no curso. “O valor da bolsa é progressivo de acordo com o aumento das horas dedicadas à vertente profissional e aos desempenhos académico e profissional atingidos”, explica Paulo Almeida.

- PUB -

Os alunos que integram o BrightStart têm “acompanhamento permanente” desde o início do programa por profissionais da Deloitte, dando-lhes a possibilidade de adquirir, ao longo de cinco anos, experiência profissional através da integração em projectos reais.

“A nossa intenção é que possamos aplicar a nossa experiência e conhecimento acumulado para ajudar a criar um impacto positivo e relevante na vida destes novos talentos, ajudando-os, através da nossa mentoria, a desenvolverem competências-chave para o seu futuro pessoal e profissional”.

No final do programa, os alunos são convidados a integrar o quadro de profissionais da Deloitte. “Essa consideramos ser a melhor ajuda para darem continuidade ao trabalho desenvolvido durante os cinco anos do programa”, acrescenta o mesmo responsável.

Para terem conhecimento mais profundo sobre o Programa BrightStart da Deloitte no Instituto Politécnico de Setúbal, os alunos ou encarregados de educação interessados podem participar nas sessões de esclarecimento online que vão decorrer a 22 de Julho, 11 e 16 de Agosto, às 18h30. Os links de inscrição estão disponíveis no site da Deloitte.

A origem do BrightStart em Portugal é em Setúbal onde, juntamente com o Instituto Politécnico, foi lançada a primeira edição do programa. “Desde 2017, e em linha com a principal missão do BrightStart, já foram desenvolvidas três edições do programa, o qual, actualmente, envolve mais de 60 alunos”. Agora está a decorrer o novo processo de selecção.

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Embarcação de pesca de Setúbal sofre danos em encontro com orcas

Mestre diz que ataque, de grupo de quatro animais, durou 20 minutos e partiu leme do barco

Fica em prisão preventiva por esfaquear rival à porta de bar

Clientes travaram agressor e socorreram vítima

António Pereira: “Continuo a ver coisas no Vitória que não tenho visto nem na I Liga”

Eliminação da Taça de Portugal com o Vizela não esmoreceu aplausos aos atletas
- PUB -