2 Dezembro 2021, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalSinesCosta apadrinha em Sines inauguração de cabo óptico submarino da "maior importância...

Costa apadrinha em Sines inauguração de cabo óptico submarino da “maior importância para a Europa”

O primeiro-ministro, António Costa, apontou hoje o cabo óptico submarino ‘EllaLink’ como “da maior importância estratégica” para a Europa e para Portugal, que é um “ponto de amarração” entre o continente europeu e os outros continentes.

- PUB -

“A nossa posição geográfica fez de nós no passado, faz de nós hoje e fará de nós no futuro algo que é muito importante, que é sermos uma porta de entrada, um ponto de ligação, uma ponte, um ponto de amarração entre a Europa e os outros continentes”, disse o chefe do Governo.

Em Sines, na cerimónia de inauguração do cabo óptico submarino ‘EllaLink’, que liga a Europa à América do Sul, António Costa argumentou que é este posicionamento que “faz a diferença de Portugal na Europa” e exemplifica o contributo do país para o “enriquecimento da Europa”.

“É podermos fazer esta ligação e esta abertura da Europa aos outros continentes. Podemo-lo fazer pela história, pela língua, pela cultura”, mas, agora, “também o podemos fazer fisicamente, através deste cabo”, vincou.

- PUB -

Por isso, segundo o primeiro-ministro, o investimento privado efectuado pela EllaLink, “é da maior importância estratégia para o conjunto da Europa, mas também para Portugal e, seguramente, para Sines”.

Aludindo ao megacentro de armazenamento de dados informáticos que vai “nascer” nesta cidade do litoral alentejano, da empresa start campus, em cuja cerimónia de apresentação participou a 23 de abril, o primeiro-ministro afiançou que Sines vai beneficiar de outros projectos.

“Sabemos que outros cabos [ópticos submarinos] vêm a caminho e ouros ‘data centers’ vêm a caminho. Isso significará que Sines vai ser, não só um grande porto de mercadorias físicas, mas também um grande porto de dados” e “do conhecimento”, destacou.

- PUB -

Na inauguração do ‘EllaLink’, cerimónia integrada no evento “Leading the Digital Decade”, co-organizado pela presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE) e pela Comissão Europeia, António Costa considerou que a ligação deste cabo em Sines, onde fica amarrado, ligando a Fortaleza (no Brasil), “é muito importante e simbólica para um país como Portugal”.

“Todos dizemos que na era digital a desmaterialização do espaço faz com que não haja nem centro, nem periferia”, mas esta “não pode prescindir da existência de uma infraestrutura” e, aí, “a geografia volta a contar”, notou.

“E não é por acaso que foi daqui que se iniciou a primeira era da globalização”, que Sines “é um dos maiores portos da União Europeia” e “o ponto de amarração do lado europeu deste cabo que atravessa o Atlântico”, realçou Costa.

Felicitando a EllaLink pelo “investimento, visão e ambição” neste projecto, com um cabo “de seis mil quilómetros de extensão ligando dois continentes”, o chefe do Governo disse que há “uma enorme oportunidade que se abre” no novo espaço digital, assente na conectividade, que “é fundamental” e permite a partilha de dados e o trabalho em conjunto entre as comunidades científicas.

O ‘EllaLink’ constitui a primeira ligação directa de alta velocidade por cabo submarino entre a Europa e a América do Sul e é considerado pela presidência portuguesa “uma infraestrutura essencial para a interconexão digital e a transmissão de dados entre os dois continentes”.

O evento em torno da transformação digital que decorre em Sines até quarta-feira conta com representantes de vários Estados-membros da UE, do Parlamento Europeu e da Comissão Europeia, além de representantes do sector privado e da sociedade civil.

RRL/HYN // ACL / Lusa

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -