7 Julho 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalProprietário das Escolas de Condução Siiimple declara insolvência por falta de apoios

Proprietário das Escolas de Condução Siiimple declara insolvência por falta de apoios

Encerramento acontece derivado da pandemia. Carlos Palma afirma ter feito “tudo o que lhe era humanamente possível” para que não tivesse de recorrer a esta alternativa

 

- PUB -

Carlos Palma, proprietário das diversas Escolas de Condução Siiimple, presente também na cidade de Setúbal, prepara-se para declarar insolvência do grupo, depois de meses de “enormes dificuldades” devido à pandemia.

Em comunicado, o empresário afirma “ter feito tudo o que lhe era humanamente possível” para não ter de recorrer a esta alternativa, justificando a decisão com a falta de apoios para que pudesse continuar com a actividade. As Escolas de Condução Siiimple, que deveriam ter reaberto no passado dia 19, de acordo com a nova fase de desconfinamento implementada pelo Governo, já não mais vão funcionar, apanhando a população de surpresa.

Rui Gamito foi um dos cidadãos que não esperava o fecho inesperado da escola, tendo explicado a O SETUBALENSE na passada quinta-feira que teme perder o dinheiro investido na carta de condução do filho. Na mesma situação encontram-se dezenas de pessoas, que, com recurso às redes sociais e ao Portal das Queixas, têm expressado a sua revolta.

- PUB -

O empresário, através da mesma nota, lamentou “todo o sucedido” e disse não ter tido “intenção de lesar os interesses de quaisquer clientes, trabalhadores ou fornecedores”. O problema, recordou, começou a 16/03/2020, dia em que “o Governo determinou a suspensão da actividade das escolas de condução” como medida de prevenção contra a covid-19.

“Nesse contexto, apesar de não serem valores preocupantes, o empresário vinha acumulando alguns valores em atraso, pelo que se apressou em subscrever acordos de pagamentos prestacionais junto da Segurança Social e Autoridade Tributária, de modo a preencher os requisitos de acesso aos apoios anunciados pelo Governo”.

Foi neste momento que se “começaram a acentuar as dificuldades, dado que a Segurança Social não indeferiu os apoios requeridos, mas também não os concedeu, remetendo-se a um profundo silêncio, cuja omissão impediu o empresário de reagir, provocando um vazio impeditivo de aceder a quaisquer apoios imprescindíveis à manutenção dos postos de trabalho”.

- PUB -

O período em que as escolas de condução tiveram de permanecer fechadas viria a provocar uma redução “para níveis negativos da disponibilidade financeira do empresário, ficando este sem condições para fazer face aos encargos acumulados, aglomerando também atrasos no pagamento de rendas dos imóveis, bem como todos os restantes encargos inerentes à actividade”.

Procuradas outras soluções, Carlos Palma acabou por não conseguir encontrar a desejada, não lhe restando “alternativa senão apresentar-se à insolvência”. Das Escolas de Condução Siiimple, instaladas em Setúbal, Moita, Marinhais, Lisboa e Portalegre, apenas a existente no concelho moitense irá permanecer em funcionamento, uma vez que mudou de gerência recentemente.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Pastelaria Abrantes fecha portas a poucos meses de fazer cem anos [actualizada]

Setubalenses têm recorrido às redes sociais para manifestar tristeza com a notícia, por se tratar de um espaço histórico

PSP deteve em flagrante homem a furtar catalisadores

Dono de uma das viaturas alertou a PSP, que conseguiu interceptar o indivíduo no local

Programa Festas Populares São Pedro Montijo 2022

Consulte o programa na íntegra das Festas Populares de São Pedro, que arrancam na terça-feira (28 de Junho)
- PUB -